• Keane no Coliseu: A "Causa e o Efeito" de um Porto sempre rendido

    Depois de passarem pelo Marés Vivas no verão de 2019, os Keane voltaram a Portugal para dois concertos desta Cause and Effect Tour. A primeira paragem foi no Porto com um Coliseu totalmente esgotado. Ao contrário do Reino Unido, que pediu a separação à União Europeia, os britânicos Keane parecem querer renovar votos com Portugal. Caso para evocar uma tal de velha aliança. Qual "Brexit", qual quê. A relação entre os portugueses e os Keane é para continuar e é bem bonita de se ver. O Coliseu do Porto recebe dezenas de artistas a cada mês, mas há poucos que têm o privilégio de ouvir mais de 3 mil pessoas a cantarem os seus temas…

  • Liam Gallagher confirmado no Rock in Rio-Lisboa

    O ex-vocalista dos Oasis sobe ao Palco Mundo a 21 de junho, dia em que também atuam Foo Fighters e The National. Liam Gallagher é a mais recente confirmação no cartaz do Rock in Rio-Lisboa, avançou a organização em comunicado. O ex-vocalista dos Oasis junta-se, assim, aos já anunciados Foo Fighters e aos The National, que atuam no mesmo dia. Já Camila Cabello e Black Eyed Peas têm atuação marcada para o primeiro dia do festival (20 de junho), enquanto Post Malone sobe ao palco no último dia do festival (28 de junho). Nome destacado da britpop, nos anos 90, Liam Gallagher foi durante 18 anos a voz dos Oasis. Seguiu caminho nos Beady Eye…

Reportagens / Galerias

Keane no Coliseu: A "Causa e o Efeito" de um Porto sempre rendido

Depois de passarem pelo Marés Vivas no verão de 2019, os Keane voltaram a Portugal para dois concertos desta Cause and Effect Tour. A primeira paragem foi no Porto com um Coliseu totalmente esgotado. Ao contrário do Reino Unido, que pediu a separação à União Europeia, os britânicos Keane parecem querer renovar votos com Portugal. Caso para evocar uma tal de velha aliança. Qual "Brexit", qual quê. A relação entre os portugueses e os Keane é para continuar e é bem bonita de se ver. O Coliseu do Porto recebe dezenas de artistas a cada mês, mas há poucos que têm o privilégio de ouvir mais de 3 mil pessoas a cantarem os seus temas…

Rui Veloso na Super Bock Arena: Um Porto rendido às canções de todos nós

A Super Bock Arena esgotou para assistir ao Blues Rock de Rui Veloso num concerto que foi, mais uma vez, prova de que estamos perante um dos maiores nomes da música em Portugal. Rui Veloso rima com Porto e o Porto tem as letras de Rui Veloso escritas nas suas "ruelas e calçadas". E que letras. Há uma intemporalidade nestas canções que impressiona. Letras que têm 40 anos e são de agora. Até pode haver vários artistas que esgotam arenas mas há poucos que o fazem como Rui Veloso o faz. Rui Veloso entrou nesta Super Bock Arena 20 minutos depois da hora combinada – "Atrasamos alguns minutos porque o trânsito está caótico e queríamos…

The National no Campo Pequeno: A história de amor continua

Os The National já são "cá da casa" pois, nos últimos anos, passam regularmente pelo nosso país e criaram uma relação especial com o público português que não se cansa de encher os concertos da banda de Cincinnatti, Ohio. Não satisfeitos com a dupla passagem este ano (estiveram também em Paredes de Coura), anunciaram ontem o regresso para o Rock in Rio-Lisboa 2020. Começando com 15 minutos de atraso, motivados pela chamada feita para a Estação Espacial Internacional feita momentos antes do concerto, Matt Berninger começou por pedir desculpa pelo atraso e, mais à frente, por dedicar uma música à astronauta Jessica Meir que estava 400 quilómetros acima de todos nós. Essa música foi "Looking…

Bruce Dickinson na Aula Magna: Um espetáculo não só para os fãs

Bruce Dickinson, o lendário vocalista dos Iron Maiden aproveita as "folgas" das tours da banda para fazer este espetáculo ao vivo, baseado no seu livro "What Does This Button Do?", uma autobiografia em que conta histórias da sua vida, desde a primeira escola até à luta mais recente contra o cancro na garganta. Numa Aula Magna inexplicavelmente (apenas) a dois terços, Bruce fez um espetáculo de cerca de 150 minutos, em que na primeira hora e meia resumiu o seu percurso desde que queria ser baterista (e nunca cantor) e começou a tocar bongos na sua primeira banda de escola, e onde começou por "arranhar" a "Let it Be" dos Beatles. Rapidamente promovido a vocalista,…

Alexandre Pires levou o seu Baile do Nêgo Véio à Super Bock Arena. Vê aqui as imagens

O Baile do Nêgo Véio visitou a Super Bock Arena para mais de três horas de espetáculo. Alexandre Pires levou à cidade invicta o seu Baile do Nêgo Véio com o propósito de revisitar clássicos seus e da música brasileira numa festa de anos 90 que contagiou o público presente na Super Bock Arena. O Baile do Nêgo Véio, é um espetáculo desenhado para o público se divertir ao máximo, para dançar, sambar e embalar os corações apaixonados. Cantor, produtor, arranjador, dançarino, multi-instrumentista e compositor com mais de 250 músicas gravadas, Alexandre é, sem dúvida, um dos artistas mais completos da música brasileira. Fotografia: António Teixeira

Vampire Weekend no Coliseu de Lisboa: Agora sim! Fez-se a festa no local apropriado!

Este texto poderia resumir-se a "O nariz de Ezra Koenig deu um grande concerto!", pois os lugares disponibilizados pelo promotor apenas permitiam ver o primeiro metro de palco. A imprensa não tem de ficar em lugares privilegiados mas deve poder fazer o seu trabalho em condições, podendo ver o que se passa em palco, ficando sem problemas no meio dos demais onde até se sente melhor o ambiente do concerto (como aliás acabou por acontecer, por iniciativa própria). Outra nota ainda para algo que nem costuma acontecer com este promotor, que foi a excessiva lotação permitida no concerto ou, pelo menos, a permissão para a presença de público nos corredores de circulação. Mas adiante que…

Viagra Boys no Super Bock em Stock: Nem a "vitamina" ajudou quando a máquina não funcionou

Para terminar o festival deste ano deslocámo-nos, de novo à Estação Ferroviária do Rossio (ou palco SBSR Fm) para assistir a outros "extraterrestres" deste festival. Os Viagra Boys são uma banda sueca de punk rock, que ganhou sucesso internacional através do single "Sports" do seu único álbum Street Worms. Depois de já terem passado pelo Primavera Sound deste ano, os suecos deixaram aqui pelo Rossio, tudo o que se esperava ver num concerto punk: poucos acordes (aqui com a novidade de terem um saxofone que viajava entre o jazz improvisado e as sonoridades dos Morphine), alguma energia (o vocalista Sebastian Murphy alternava entre estar à beira do coma alcoólico e querer fazer crowd surfing) e…

Orville Peck no Super Bock em Stock: Country, Indie e Queer?? Sim, é possível!!!

Na Casa do Alentejo tocou um dos "ovnis" deste festival. Orville Peck é, segundo definição própria, um "masked country queer musician". De identidade escondida pela máscara, mistura de Lone Range com dançarina do ventre, fala-se que será um baterista de uma banda canadiana obscura de punk, os Nu Sensae, mas não será o mais importante. Orville é um dos fenómenos da música indie de 2019, sempre em busca de coisas novas ou diferentes. Quem diria que um cantor country assinaria por uma editora alternativa como a Sub Pop, de onde saíram por exemplo, os Nirvana? Com voz de Elvis e influenciado por Willie Nelson ou Dolly Parton, Peck junta às canções claramente country dos anos…

Curtis Harding no Super Bock em Stock: Soul rock para gingar no Coliseu

Tal como Michael Kiwanuka na véspera, Curtis Harding vai às raízes do soul buscar a sua música. É, no entanto, mais interventivo e intenso nas suas músicas juntando o rock ao r&b, numa versão mais "americana" do que o cantor da véspera. Com um concerto dividido entre os seus dois álbuns Face Your Fear e Soul Power, Harding vai saltitando entre a dançável "On and On" ou a balada "Castaway". Passa pelo clássico cover "To Love Somebody" que convida ao beijo no companheiro(a) amoroso que trouxemos ao concerto e, pelas muito aplaudidas, "Need My Baby", "Heaven's on the Other Side" ou o hit "Need Your Love". Equipa Noite e Música Magazine no Super Bock em…

Entrevistas

Djodje em entrevista: "Sinto-me renascido. Sinto que tudo o que vem agora é novo e nunca aconteceu"

No dia em que esgotou o Campo Pequeno, Djodje falou com a Noite e Música e partilhou esta nova fase em que se encontra a nível pessoal e profissional. O artista mostrou-se muito agradecido pelo apoio do público e revelou que sente a sua vida num panorama renascido. O cantor do single "Atrevido" aproveitou o dia do espetáculo no Campo Pequeno para lançar o seu novo álbum Newborn como forma de agradecimento. No dia que esgotas o Campo Pequeno, lanças o teu novo álbum. A ideia foi surpreender os teus fãs? Eu anunciei que o álbum iria sair antes do Campo Pequeno mas nos últimos tempos percebemos que seria interessante fazer uma surpresa aos fãs,…

Tiago Nacarato em entrevista: "É importante participar nestes programas mas nunca perdendo a identidade"

O programa "The Voice" marcou a entrada de Tiago Nacarato para a música em Portugal e a estreia nos palcos de festivais foi uma consequência natural. Foi depois deste mesmo concerto de estreia no MEO Marés Vivas que a Noite e Música falou com o artista sobre a sua entrada no panorama musical e as maiores dificuldades neste processo. Tiago Nacarato revelou a importância da cultura brasileira na sua vida e ainda falou do seu álbum de estreia que tem data marcada para 2019. Acabas de atuar pela primeira vez neste festival que é o MEO Marés Vivas. Não posso deixar de te perguntar, qual foi a sensação de atuar neste palco? Foi algo maravilhoso….

Carolina Deslandes em entrevista: "Eu procurei fazer um disco que conta a vida exatamente como ela é"

No dia em que se estreou no maior palco do MEO Marés Vivas, Carolina Deslandes conversou com a Noite e Música e revelou as suas expetativas para o seu batismo neste festival do Norte. A artista falou do seu novo álbum e confessou que se poupa da pressão de criar sucessos procurando apenas criar canções que a orgulhem. Esta é a tua primeira vez a solo no maior palco do MEO Marés Vivas. Não posso deixar de te perguntar, quais são as expetativas para este concerto? O Norte põe-me sempre as expetativas em alta porque as pessoas são muito calorosas, muito recetivas e muito expressivas. Por isso eu venho sempre muito expectante. Tenho amigos que…

David Carreira à Noite e Música Magazine: "Eu escrevo sobre amor porque o amor é universal"

Pouco mais de um mês depois do lançamento do single "És Só Tu", conversamos com David Carreira sobre este novo trabalho e o sucesso da parceria com Inês Herédia. O artista falou também da importância que dá à escrita sobre o amor e sobre a sua nova tour que vai arrancar com novo formato já em julho. "És Só Tu" saiu há um mês e já é um tema de sucesso a nível de visualizações. Ao lançares este tema tiveste noção da amplitude que teria ou é sempre imprevisível? Eu quando lanço uma música tento imaginar sempre o melhor cenário. Esperamos sempre que a música corra da melhor forma possível e que chegue ao máximo…