J Balvin no NOS Primavera Sound: Primeiro estranha-se, depois entranha-se


J Balvin no NOS Primavera Sound: Primeiro estranha-se, depois entranha-se

A confirmação de J Balvin no NOS Primavera Sound deixou os habituais amantes deste festival com muitas dúvidas quanto à lógica de incluir um nome do puro reggaeton num cartaz que normalmente se dedica a estilos menos comercializados. Pois bem, J Balvin chegou, arrasou e mostrou que este público pode gostar, efetivamente, de um bom "rebolado" de anca.

O Palco NOS encheu para assistir J Balvin. O nome que menos encaixava neste cartaz foi o nome que mais público arrecadou até ao momento nesta edição do festival. E parece-me que vai levar a taça deste ano.

O puro reggaeton subiu, diria que pela primeira vez, ao palco do NOS Primavera Sound. J Balvin surgiu e trouxe consigo um espetáculo feito para por a plateia a dançar e a cantar. O que se viu nesta hora de concerto foi um artista em sintonia com um público que deitou cá para fora uma energia que nem sabíamos existir.

Começou com um pequeno medley que incluiu temas como "Machika" e "Com Altura". O artista, que esteve este ano no Coachella, apresentou um cenário quase hipnotizante que, além de animações em vídeo, contou com cogumelos gigantes em palco.

Tornou-se impossível destacar uma ou duas canções que levassem o público ao rubro porque a maioria delas toca nas nossas rádios e é bem conhecida pelo público. Canções como "X" (ou popularmente conhecida por "No Te Voy a Negar") e "Ginza" fizeram as delícias desta plateia que rapidamente aqueceu este Primavera Sound frio.

O alinhamento contou com temas como "No es Justo", "Si Tu Novio Te Deja Sola", "Karma", “Baila Baila Baila" e "Downtown". Esta última com direito a uma dança bem sensual entre uma bailarina e J Balvin. Também em "I Like It" não faltou um momento de salsa do artista colombiano.

Já na reta final J Balvin recebeu uma t-shirt da seleção portuguesa com o nome de Ronaldo. Como era de esperar, o público aplaudiu efusivamente este nosso capitão.

Foi com "Mi Gente" que J Balvin se despediu do Primavera Sound. Uma despedida em festa que trouxe ao palco todas as figuras que foram sendo o pano de fundo do espetáculo, desde cogumelos a pássaros insufláveis. Um verdadeiro arraial que deixou o público a pedir por mais.

J Balvin podia não parecer o nome mais óbvio a incluir neste Primavera Sound, mas a verdade é que entrou para o top do que de melhor se tem feito nesta edição. Não desiludiu quem o queria ver e mostrou-se um entertainer para os mais céticos.

Equipa Noite e Música Magazine no NOS Primavera Sound
Fotografia: Júlia Oliveira
Textos e Social Feed: Daniela Fonseca
Edição: Nelson Tiago