O sempre incansável Sting no MEO Marés Vivas


O sempre incansável Sting no MEO Marés Vivas

Gordon Matthew Thomas Sumner, mais conhecido pelo nome artístico Sting, era o grande nome esperado neste último dia de MEO Marés Vivas. De regresso a Portugal, depois de ter estado neste mesmo festival na edição de 2017, Sting não faltou com a energia que o caracteriza desde 1977, quando começou por encabeçar os míticos The Police.

O autor de "Englishman in New York" e "If I Ever Lose My Faith In You" é um dos maiores nomes da música mundial e um artista que atravessa gerações, ou não estivesse esta plateia, expectante, composta por público de todas as idades.

Com 67, Sting, perdoe-me a expressão, mete no bolso muitos músicos que por aí andam e revela uma energia louvável para alguém que já dedicou mais de 40 anos aos palcos um pouco por todo o mundo.

Equipa Noite e Música Magazine no MEO Marés Vivas
Fotografia: António Teixeira
Textos: Daniela Fonseca
Social Feed: Jacinta Pinto
Edição: Nelson Tiago