Mando Diao no MEO Marés Vivas: Rock, falha de som e uma energia louvável


Mando Diao no MEO Marés Vivas: Rock, falha de som e uma energia louvável

Os suecos Mando Diao chegaram ao Palco MEO para um concerto que haveria de ser, mais tarde, interrompido por uma falha de som. A banda, que já tem perto de 20 anos de carreira, abandonou o palco aquando da falha de som mas, quando voltou, mais de meia hora depois, foi como se nada tivesse acontecido.

Um espetáculo de música é uma troca de energia entre o público e os artistas. Mais do que canções bonitas e bons momentos de música, um concerto só resulta quando há uma partilha de energia que vai dos artistas para o público e é retribuída de igual forma. Este foi o grande desafio dos Mando Diao na noite de ontem.

Depois de um início de concerto onde o puro rock foi mestre, e onde ouvimos canções como "All The Things", "White Wall" e "Long Before Rock 'n' Roal", foi com "You Got Nothing On Me" que, sem se entender muito bem, o som falhou. Uma triste ironia ter acontecido no momento em que o vocalista perguntava à plateia se tinha vindo ao festival para se divertir.

Foi então que todos os elementos da banda abandonaram de imediato o palco. Durante mais de meia hora de falha técnica, os festivaleiros lá iam dando sinais de vida e chamando os suecos.

Depois de uma longa espera, a banda lá regressou ao palco e agradeceram pelo público ter esperado por eles. Com a mesma energia, soltaram de imediato a mais tranquila "Mr. Moon".

Antes de terminarem o concerto, forçadamente mais curto, ainda entoaram "One Last Fire", com direito a uns versos cantados pelo guitarrista.

"Sabemos que vocês sabem esta" – A festa estava guardada para o final com a icónica "Dance With Somebody". E foi com este tema de 2009 que os Mando Diao se despediram desta plateia que soube resistir a uma penosa falha de som.

Pontos extra para estes Mando Diao que tiveram a capacidade de manter uma energia positiva mesmo depois de um percalço como este. "The show must go on".

Equipa Noite e Música Magazine no MEO Marés Vivas
Fotografia: António Teixeira
Textos: Daniela Fonseca
Social Feed: Jacinta Pinto
Edição: Nelson Tiago