Jorge Ben Jor fez do NOS Primavera Sound o seu "país tropical"


Jorge Ben Jor fez do NOS Primavera Sound o seu "país tropical"

O samba chegou em bom aos jardins do Parque da Cidade naquele que foi o último dia desta oitava edição do NOS Primavera Sound. Foi pela voz e ritmo de Jorge Ben Jor que o Primavera deu um "passinho" de dança mesmo a tempo do sunset.

Jorge Ben Jor dispensa apresentações. Está por cá há anos suficientes para contar com mais de meia centena de anos pelos palcos deste mundo. Natural da "Cidade Maravilhosa", Jorge Ben Jor trouxe o seu samba e brindou a plateia com um espetáculo que nos fez sentir na verdadeira experiência deste festival: toalhas estendidas, copos na mão, sol a caminho do mar e uma bela banda sonora a gingar pelo recinto.

Os festivaleiros que passaram pelo Palco NOS neste fim de tarde tiveram o privilégio de ouvir temas como "Santa Clara Clareou", "Magnólia" e "Quero Toda Noite" de um artista que, para muitos, é do melhor que o Brasil já viu. Também o inconfundível "País Tropical" não podia faltar neste alinhamento.

Já na reta final houve ainda tempo para a sua versão de "Mas Que Nada". Um concerto admirável que pôs o Primavera Sound a sambar e aqueceu este início de noite que se anunciava bem fria.

Equipa Noite e Música Magazine no NOS Primavera Sound
Fotografia: Júlia Oliveira
Textos e Social Feed: Daniela Fonseca
Edição: Nelson Tiago