Tiago Nacarato no Cinema Passos Manuel: O Samba que traz um Fado em si - Noite e Música Magazine

Tiago Nacarato no Cinema Passos Manuel: O Samba que traz um Fado em si


Tiago Nacarato no Cinema Passos Manuel: O Samba que traz um Fado em si

Tiago Nacarato esteve ontem no Cinema Passos Manuel para o primeiro de seis concertos neste palco portuense. A noite fria de fevereiro deu rapidamente lugar ao calor da voz do artista que trouxe o samba e a bossa nova para este lado do atlântico. Um ritmo balançado que é quase um fado quando por terra se atira o sotaque do Português do Brasil e se despe a bossa nova.

Durante mais de uma hora, Tiago Nacarato apresentou vários originais mas entoou também temas de conhecidos autores que, de certa forma, lhe trazem significado. Uma noite que marcou a estreia do cantor a solo para o público portuense depois da sua participação no programa televisivo "The Voice". Sempre acompanhado pela sua guitarra, ora elétrica, ora acústica, Tiago foi exímio em encantar as quase 200 pessoas que lotaram o espaço.

A canção escolhida para começar a noite trouxe o selo de qualidade da inconfundível obra de Caetano Veloso. "Alguém Cantando" soou em Passos Manuel com a sedutora doçura da voz de Tiago. Engane-se quem pensa que a sedução e a doçura não andam de mãos dadas. "Você é Linda" deu continuidade ao espetáculo. O tema de 1992, novamente de Caetano Veloso, foi o primeiro a ser cantado pelo público que mostrou conhece-lo bem.

"Confesso que estou um bocadinho nervoso" – Tiago Nacarato não é propriamente um novato nos palcos mas, mesmo assim, confessou-se ansioso pela sua estreia neste palco, esta noite. Não o dissesse e ninguém notava. A postura descontraída e a constante interação com a plateia fizeram do cinema um espaço quase de convívio.

"Pensando em Você" de Paulinho Moska antecedeu o primeiro convidado da noite. Luca Argel juntou-se ao artista em palco e, juntos, interpretaram um dos temas de Luca. "Acanalhado" fez as delícias da plateia que, mesmo não conhecendo o tema, engraçou com a letra e com a sonoridade.

Seguiu-se de imediato o segundo convidado. Fábio Almeida trouxe o seu saxofone para dar mais encanto à noite e levar o público pelo sopro da sua sonoridade. Foi com a ajuda de Fábio que Tiago Nacarato entoou um dos temas que o apresentou a Portugal. "Onde Anda Você", de Vinicius de Moares, foi a canção com a qual se apresentou no "The Voice" e o público mostrou lembrar-se bem cantando com o artista.

Antes de dar lugar ao terceiro convidado, houve ainda tempo para uma canção de João Gilberto. "Doralice" trouxe o ritmo do samba ao cinema e animou a plateia com a sua letra que parece também dançar a cada frase.

"Escrevi esta letra para muitos dos meus amigos que deixaram a música e estão presos na realidade linear" – As palavras do artista antecederam o seu original "Tanto Para Ser". Uma canção que fala dos sonhos que ficaram para trás e deram lugar à tal realidade linear.

Momento então de chamar Diogo Brito e Faro. O artista e amigo de Nacarato mostrou-se muito animado e contribuiu para vários momentos que deixaram o público a rir à gargalhada. Diogo chegou também com a sua guitarra e, juntos, interpretaram vários originais do artista anfitrião como "A Dança" e "Xiquinha" – "Esta segunda eu escrevi para uma namorada, mas que agora já é ex, mesmo assim queria dedicar-lhe!" – Um momento divertido do cantor que deixou a plateia às gargalhadas.

Houve ainda tempo de interpretar o tema "Outono", um original do convidado Diogo Brito e Faro. Antes de deixar Tiago Nacarato com a última convidada, o artista convidado interpretou, com ele, o tema "A Saudade Mata" de Maria Bethânia. Sobe então ao palco Catarina Valadas. Acompanhada por uma flauta transversal, a artista cantou os temas "Carinhoso" e "Ciúme", este primeiro, quase a solo.

Já na reta final, Tiago Nacarato interpretou a canção "Oceano" de Djavan. Tema que a plateia mostrou conhecer e saber cantar. Já depois de sair de palco, o artista portuense de influências brasileiras voltou para encerrar a noite com "Tô", canção de Tom Zé.

A primeira de seis noites esgotadas no Cinema Passos Manuel terminou com a ovação em pé do público e com a promessa de que Tiago Nacarato vai se um nome que vamos ouvir mais vezes no panorama musical.

Fotos: Júlia Oliveira
Texto: Daniela Fonseca