Rod Stewart ao vivo na MEO Arena [fotos + texto]


Rod Stewart ao vivo na MEO Arena [fotos + texto]

Acompanhado de grandes clássicos, da conhecida voz rouca e de futebol, Rod Stewart encheu a MEO Arena para um concerto memorável.

Na noite passada a entrada da MEO Arena foi no mínimo diferente do habitual. Conhecido por ser adepto fanático de futebol, especialmente do Celtic Football Club, Rod Stewart, em conjunto com a organização, conseguiu não só que o concerto fosse adiado até ao final do jogo, mas também que os adeptos da selecção e fãs do cantor pudessem assistir ao apuramento nos ecrãs da sala de espectáculos.

E pouco depois de terminar o jogo, enquanto ressoava na MEO Arena o hino oficial da UEFA Champions League, subiram as cortinas e a banda entrou em palco. O público, que ainda vibrava com o resultado da selecção, assistiu à entrada de Rod Stewart ao som de "Having a Party" e a euforia foi notável. Rodeado de enormes ecrãs LED e com a casa cheia, o cantor de 71 anos fez-se acompanhar de grandes músicos que revelaram tanto skill como versatilidade.

"Some Guys" foi o tema tocado em segundo lugar e todo o público se levantou para dançar e cantar com um Rod Stewart que comprovou que a idade é apenas um número, demonstrando tanta energia quanto a audiência. Não sem antes dar os parabéns à selecção pela vitória e apuramento para a final, a noite continuou com clássicos como "Can’t Stop Me Now", "Forever Young" e "Downtown Train", sempre introduzidos com a imagem do álbum correspondente. É ao som de "Stay With Me", tema de 1971, que o cantor surpreende a audiência chutando bolas de futebol autografadas, salientando assim o seu gosto pelo desporto. E cai assim o pano sobre a primeira parte.

10 minutos mais tarde a cortina volta a abrir, agora ao som de "Rhythm Of My Heart" e de "Maggie". O público mantém-se fiel à carreira do cantor acompanhando todos os temas de pé e a cantar, onda que se manteve durante todo o espectáculo.

Numa vertente mais acústica, acompanhado de guitarras, violinos, contrabaixo, harpa e backing vocals, Rod Stewart apresenta à audiência "You’re In My Heart", "Talk About It" e "Ooh La La". "First Cut", música que foi originalmente tocada por Cat Stevens e à qual Sheryl Crow emprestou a voz, foi introduzida por um solo de harpa e foi um dos grandes clássicos que o público acompanhou com entusiasmo, mantendo a excelente relação que o cantor criou durante toda a performance. "One more acoustic song and then party", diz Rod Stewart terminando a sessão acústica com a "Have I Told You". Neste último tema não brilhou apenas o cantor, tanto o saxofonista como o baixista enfatizaram a qualidade musical da banda com dois solos notáveis.

Rod Stewart sai de palco deixando "Young Hearts" a cargo de Di Reed, uma das cantoras que acompanha o artista nesta tour e que recebe todo o carinho do público.

"Sailing", tema do álbum Atlantic Crossing, fechava a cortina enquanto o público aplaudia incansavelmente. Surpreendendo toda a MEO Arena, a cortina volta a subir ligeiramente deixando ao descoberto a banda que se encontrava deitada no chão "playing dead". A noite termina em festa com "Sexy", tema escrito pelo cantor, enquanto caem balões do tecto num momento histórico para o público que regista em vídeo todo o evento. O saxofone, que manteve o monopólio dos solos durante todo o espectáculo, surpreende novamente deixando ainda espaço para o teclado e o baixo brilharem.

Foi assim que, 20 músicas depois, Sir Rod Stewart se despediu do público português. Ficaram as memórias de uma noite preenchida de emoção, nostalgia e futebol. O cantor provou ser ainda capaz de dar um grande espectáculo mantendo sempre uma relação próxima e positiva tanto com o público como com a banda que o acompanha nesta tour.

Fotos: Carlos Valadas
Texto: Maria Roldão