Matias Damásio no Multiusos de Guimarães: "O Ritmo encantado de Angola" - Noite e Música Magazine

Matias Damásio no Multiusos de Guimarães: "O Ritmo encantado de Angola"


Matias Damásio no Multiusos de Guimarães: "O Ritmo encantado de Angola"

Matias Damásio esteve no Multiusos de Guimarães para uma noite de música que levou o público pelo romantismo mas também pelo ritmo dançado de Angola. O artista encantou o público vimaranense com um espetáculo repleto de surpresas onde houve ainda tempo para oferecer rosas.

Passavam já quinze minutos da hora combinada quando Matias Damásio entrou em palco com o tema "Porque". O cantor angolano mostrou-se muito agradecido pela presença de todas as pessoas que quase esgotaram o pavilhão e, durante mais de duas horas, brindou-as com o que de melhor sabe fazer.

"É uma alegria imensa estar aqui, nós achávamos que vocês não viriam" – O tema "Venha o Que Vier" contou com a participação de Paula, uma das duas cantoras que o acompanharam no coro. Seguiu-se o primeiro momento alto da noite. "I Wanna Be Your Hero" soou em Guimarães e começou a soltar as vozes do público neste refrão já bem familiar.

"Angola é a minha Mãe e nós não somos nada sem as nossas mães" – Depois de uma declaração à sua terra natal e aos 24 milhões de Angolanos que lá viveram em guerra, Matias Damásio cantou o tema "Angola", um hino à terra que o viu nascer.

O cantor esteve animado durante toda a noite criando momentos cómicos que pareceram convencer o público. Mas como não só de graça se fazem os galãs, Matias Damásio mostrou o seu lado romântico oferendo rosas a dezenas de mulheres na plateia ao som do tema "Bouquet de Rosas". "Papa" deu continuidade ao alinhamento e chegou com uma grande demonstração de amor ao seu pai. "O amor e o tempo são o melhor que podemos dar a alguém" – Matias mostrou-se emocionado e o público aplaudiu-o efusivamente.

Um dos temas mais esperados da noite chegou algum tempo depois com Matias Damásio a mostrar um cachecol com a mensagem "Aqui nasceu Portugal". Altura então de a cidade-berço ouvir "Loucos", o tema de 2016 que lançou o cantor em Portugal.

"É muito triste quando as pessoas se amam mas não dá certo" – O mote para "Vai Embora” estava dado e contou com a participação de uma bailarina de contemporâneo em palco.

Momento para chamar a única convidada da noite que já havia sido anunciada como presença neste espetáculo. Vanesa Martín subiu ao palco para o tema "Porque Queramos Vernos" e o público mostrou saber a letra de cor quando Matias Damásio pediu para a plateia cantar a solo. Um momento arrepiante.

"Este é o Semba de Angola!" – Depois de um momento calmo seguiram-se os ritmos animados de Angola. "Beijo Rainha" fez-se ouvir no pavilhão e teve direito a uma coreografia por parte do público, ensinada previamente pelo cantor. Houve ainda tempo para Matias Damásio convidar mulheres da audiência para dançarem com ele em palco.

Já na reta final, Damásio apresentou a banda que o acompanhou composta por baixo, guitarra, teclado, piano, percussão, bateria, cordas e vozes. "Matemática do Amor" foi a última do alinhamento e marcou a saída do cantor. Nesta altura, grande parte da plateia começou a abandonar o pavilhão mas foram algumas vozes tímidas que chamaram novamente o artista ao palco. Depois de duas horas de concerto era compreensível que o público estivesse cansado. Foi então para já bem menos audiência que Matias Damásio voltou a entoar "Loucos" e a dar por encerrado o espetáculo.

Uma noite bastante longa de música que encantou Guimarães e aqueles que por lá passaram. Matias Damásio despediu-se assim da cidade-berço e pareceu ter agradado à audiência que o assistiu por mais de duas horas.

Fotos: António Teixeira
Texto: Daniela Fonseca