• Aerosmith voltam a Portugal para celebrar 50 anos

    A digressão europeia da banda de Steven Tyler passa pelo Altice Arena, em Lisboa, a 6 de julho. Aerosmith, a banda vencedora de quatro Grammy Awards, acaba de anunciar uma digressão europeia para 2020, com passagem confirmada por Portugal dia 6 de julho, na Altice Arena, em Lisboa. Formados por Steven Tyler (vocal), Joe Perry (guitarra), Brad Whitford (guitarra), Tom Hamilton (baixo) e Joey Kramer (bateria) são uma peça viva na história da música americana. Com mais de 150 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, inúmeros prémios, e presença no Rock and Roll Hall of Fame. Com inúmeros prémios na bagagem, incluindo quatro Grammy Awards, oito American Music Awards, seis Billboard Awards e…

  • NOS Alive confirma Kendrick Lamar e anuncia que, este ano, o festival terá 4 dias

    Festival de Algés anuncia dia extra para a edição de 2020 e confirma Kendrick Lamar. O NOS Alive confirmou esta quinta-feira em conferência de imprensa, 5 de dezembro, o músico norte-americano Kendrick Lamar. A par, a organização anunciou uma data extra: 8 de julho. Kendrick Lamar atuará nesse dia agora acrescentado, que – à semelhança dos restantes – terá todos os palcos a funcionar. O festival encerra, contudo, mais cedo nesse dia de arranque. Kendrick Lamar foi considerado o artista da década para a Insider e, também recentemente, a Rolling Stone considerou o seu álbum To Pimp a Butterfly como o terceiro melhor da década, apenas atrás de Lemonade, de Beyonce, e de My Beautiful…

Reportagens / Galerias

Vampire Weekend no Coliseu de Lisboa: Agora sim! Fez-se a festa no local apropriado!

Este texto poderia resumir-se a "O nariz de Ezra Koenig deu um grande concerto!", pois os lugares disponibilizados pelo promotor apenas permitiam ver o primeiro metro de palco. A imprensa não tem de ficar em lugares privilegiados mas deve poder fazer o seu trabalho em condições, podendo ver o que se passa em palco, ficando sem problemas no meio dos demais onde até se sente melhor o ambiente do concerto (como aliás acabou por acontecer, por iniciativa própria). Outra nota ainda para algo que nem costuma acontecer com este promotor, que foi a excessiva lotação permitida no concerto ou, pelo menos, a permissão para a presença de público nos corredores de circulação. Mas adiante que…

Viagra Boys no Super Bock em Stock: Nem a "vitamina" ajudou quando a máquina não funcionou

Para terminar o festival deste ano deslocámo-nos, de novo à Estação Ferroviária do Rossio (ou palco SBSR Fm) para assistir a outros "extraterrestres" deste festival. Os Viagra Boys são uma banda sueca de punk rock, que ganhou sucesso internacional através do single "Sports" do seu único álbum Street Worms. Depois de já terem passado pelo Primavera Sound deste ano, os suecos deixaram aqui pelo Rossio, tudo o que se esperava ver num concerto punk: poucos acordes (aqui com a novidade de terem um saxofone que viajava entre o jazz improvisado e as sonoridades dos Morphine), alguma energia (o vocalista Sebastian Murphy alternava entre estar à beira do coma alcoólico e querer fazer crowd surfing) e…

Orville Peck no Super Bock em Stock: Country, Indie e Queer?? Sim, é possível!!!

Na Casa do Alentejo tocou um dos "ovnis" deste festival. Orville Peck é, segundo definição própria, um "masked country queer musician". De identidade escondida pela máscara, mistura de Lone Range com dançarina do ventre, fala-se que será um baterista de uma banda canadiana obscura de punk, os Nu Sensae, mas não será o mais importante. Orville é um dos fenómenos da música indie de 2019, sempre em busca de coisas novas ou diferentes. Quem diria que um cantor country assinaria por uma editora alternativa como a Sub Pop, de onde saíram por exemplo, os Nirvana? Com voz de Elvis e influenciado por Willie Nelson ou Dolly Parton, Peck junta às canções claramente country dos anos…

Curtis Harding no Super Bock em Stock: Soul rock para gingar no Coliseu

Tal como Michael Kiwanuka na véspera, Curtis Harding vai às raízes do soul buscar a sua música. É, no entanto, mais interventivo e intenso nas suas músicas juntando o rock ao r&b, numa versão mais "americana" do que o cantor da véspera. Com um concerto dividido entre os seus dois álbuns Face Your Fear e Soul Power, Harding vai saltitando entre a dançável "On and On" ou a balada "Castaway". Passa pelo clássico cover "To Love Somebody" que convida ao beijo no companheiro(a) amoroso que trouxemos ao concerto e, pelas muito aplaudidas, "Need My Baby", "Heaven's on the Other Side" ou o hit "Need Your Love". Equipa Noite e Música Magazine no Super Bock em…

Michael Kiwanuka no Super Bock em Stock: Fenómeno soul para encher o coração e gravar os hits no telemóvel

No Coliseu, subiu à hora marcada o headliner desta noite: Michael Kiwanuka. O londrino, descendente de ugandeses está com a popularidade em alta (como se viu pelo Coliseu lotado), muito devido à presença de músicas em bandas-sonoras de séries de sucesso nas plataformas de streaming tão em voga no público urbano-hipster presente nestes festivais. "Cold Little Heart", da banda-sonora de "Big Little Lies" (da HBO) ficou guardada para o final, em conjunto com "Love & Hate" de "Seven Seconds" da Netflix mas até lá o músico britânico conquistou o público com o seu soul, por vezes arrastado para o psicadelismo retirado das suas influências dos anos 60 e 70. Nomes como Dylan, Hendriz, ou Funkadelic…

Ganso no Super Bock em Stock: A prova que os clones saem sempre piores que os originais

Depois de tocarem em todos os festivais imagináveis em Portugal, os Capitão Fausto conseguiram ainda dar um passo além: clonaram-se!!! Os Ganso, banda lisboeta são a "cara" e música chapada dos seus conterrâneos de Lisboa. Também já a lançarem o seu terceiro álbum, produzido nos estúdios Cuca Monga, em Alvalade, os Ganso praticam um pop rock decalcado dos seus "irmãos mais velhos" e com isso também conquistam o mesmo público adolescente que os segue para todo o lado. Diga-se que neste concerto realizado na Estação Ferroviária do Rossio, provaram que, talvez por terem menos concertos realizados, ainda estão uns furos abaixo dos já citados Capitão Fausto. Equipa Noite e Música Magazine no Super Bock em…

Luís Severo no Super Bock em Stock: Poucos convidados para uma música que merece mais

Um dos primeiros concertos que vimos neste primeiro dia foi o de Luís Severo (ex-Cão da Morte), que aqui apresentou o seu terceiro álbum O Sol Voltou acompanhado de vários convidados. Num local (Tivoli) onde já gravou um concerto para um álbum ao vivo, Luis Severo começou sozinho com "Planície", "Amor e Verdade" e "Joãozinha", do último álbum. Os primeiros convidados foram curiosamente os seus primos Sara e Nuno Coroado e Rebeca Csalog que juntaram o violoncelo, contrabaixo e harpa à voz de Luís Severo. Ouvimos uma versão acelerada de "Rapaz" apenas com contrabaixo e voz e, depois de mais algumas do último álbum, juntou ainda um pianinho elétrico para "Meu Amor" do seu álbum…

A noite encantada de Pedro Abrunhosa no Coliseu do Porto

25 anos de estrada, oito discos originais e mais de três horas de concerto onde a emoção falou mais alto. Pedro Abrunhosa despediu-se de uma série de quatro concertos nos coliseus de Lisboa e Porto numa versão mais intimista, percorrendo 25 anos de estrada e mais de 20 canções em cada noite. "Será uma noite encantada para o resto da vida", assim abriu Abrunhosa as hostilidades para três horas de concerto. O registo fotográfico revela a primeira noite de emoções na cidade Invicita. Fotografia: António Teixeira

Mark Lanegan no Lisboa ao Vivo: "All Hail Mr. Lanegan!"

Foi das brumas de uma Lisboa cheia de nevoeiro que saiu Mark Lanegan e a sua voz grave e intensa, qual cavaleiro solitário que se apresenta para o duelo mortal. Depois de uma primeira parte com o country rock do australiano Simon Bonney a entreter uma sala ainda despida de público, foi perto das 22 horas que Mr. Lanegan começou o concerto para um Lisboa ao Vivo não tão cheio como seria de esperar (reflexo da noite de futebol lá para os lados da Luz?). O início foi num registo mais dançável presente em Somebody's Knocking, o último álbum saído este ano. "Disbelief Suspension" e "Letter Never Sent" fazem abanar mais a anca do que…

Entrevistas

Djodje em entrevista: "Sinto-me renascido. Sinto que tudo o que vem agora é novo e nunca aconteceu"

No dia em que esgotou o Campo Pequeno, Djodje falou com a Noite e Música e partilhou esta nova fase em que se encontra a nível pessoal e profissional. O artista mostrou-se muito agradecido pelo apoio do público e revelou que sente a sua vida num panorama renascido. O cantor do single "Atrevido" aproveitou o dia do espetáculo no Campo Pequeno para lançar o seu novo álbum Newborn como forma de agradecimento. No dia que esgotas o Campo Pequeno, lanças o teu novo álbum. A ideia foi surpreender os teus fãs? Eu anunciei que o álbum iria sair antes do Campo Pequeno mas nos últimos tempos percebemos que seria interessante fazer uma surpresa aos fãs,…

Tiago Nacarato em entrevista: "É importante participar nestes programas mas nunca perdendo a identidade"

O programa "The Voice" marcou a entrada de Tiago Nacarato para a música em Portugal e a estreia nos palcos de festivais foi uma consequência natural. Foi depois deste mesmo concerto de estreia no MEO Marés Vivas que a Noite e Música falou com o artista sobre a sua entrada no panorama musical e as maiores dificuldades neste processo. Tiago Nacarato revelou a importância da cultura brasileira na sua vida e ainda falou do seu álbum de estreia que tem data marcada para 2019. Acabas de atuar pela primeira vez neste festival que é o MEO Marés Vivas. Não posso deixar de te perguntar, qual foi a sensação de atuar neste palco? Foi algo maravilhoso….

Carolina Deslandes em entrevista: "Eu procurei fazer um disco que conta a vida exatamente como ela é"

No dia em que se estreou no maior palco do MEO Marés Vivas, Carolina Deslandes conversou com a Noite e Música e revelou as suas expetativas para o seu batismo neste festival do Norte. A artista falou do seu novo álbum e confessou que se poupa da pressão de criar sucessos procurando apenas criar canções que a orgulhem. Esta é a tua primeira vez a solo no maior palco do MEO Marés Vivas. Não posso deixar de te perguntar, quais são as expetativas para este concerto? O Norte põe-me sempre as expetativas em alta porque as pessoas são muito calorosas, muito recetivas e muito expressivas. Por isso eu venho sempre muito expectante. Tenho amigos que…

David Carreira à Noite e Música Magazine: "Eu escrevo sobre amor porque o amor é universal"

Pouco mais de um mês depois do lançamento do single "És Só Tu", conversamos com David Carreira sobre este novo trabalho e o sucesso da parceria com Inês Herédia. O artista falou também da importância que dá à escrita sobre o amor e sobre a sua nova tour que vai arrancar com novo formato já em julho. "És Só Tu" saiu há um mês e já é um tema de sucesso a nível de visualizações. Ao lançares este tema tiveste noção da amplitude que teria ou é sempre imprevisível? Eu quando lanço uma música tento imaginar sempre o melhor cenário. Esperamos sempre que a música corra da melhor forma possível e que chegue ao máximo…