• Charles Bradley, Cigarettes After Sex e Aldous Harding no Vodafone Mexefest

    Festival regressa à Avenida da Liberdade no final de novembro e já tem primeiros nomes confirmados. O Vodafone Mexefest regressa a Lisboa nos dias 24 e 25 de novembro, transformando umas das principais artérias da capital na montra perfeita para ouvir, e descobrir, alguns dos artistas mais entusiasmantes do momento. A encabeçar as primeiras confirmações para o festival que todos os anos mexe com a cidade, destaque para Charles Bradley, cumprindo a promessa que manifestou no ano passado – quando se viu obrigado a cancelar a atuação no Vodafone Mexefest – de regressar ao Festival. Cigarettes After Sex e Aldous Harding juntam-se à soul de Charles Bradley nestas primeiras confirmações. O bilhete único válido para os…

  • Juntos por Todos: concerto por Pedrógão Grande já tem nomes e bilhetes à venda

    Artistas portugueses unem-se em concerto solidário para com as vítimas dos fogos florestais. MEO Arena recebe concerto "Juntos Por Todos" a 27 de junho, com transmissão ao vivo na RTP, SIC, TVI e em todas as rádios portuguesas. No dia 27 de junho, pelas 21h00, a MEO Arena recebe um concerto de homenagem às vítimas dos fogos florestais que continuam a lavrar em Pedrógão Grande e zonas limítrofes, e de angariação de receitas para reforço da ajuda às populações afectadas pela que é já considerada uma das maiores tragédias na história do nosso país. A receita obtida será entregue à União das Misericórdias Portuguesas. "Juntos Por Todos" é uma iniciativa civil, co-produzida pela Sons em…

Reportagens

Ana Carolina no Coliseu do Porto: A voz inconfundível que tomou a Invicta

Uma noite de sucessos que fez do Coliseu um Porto de boa música. Ana Carolina esteve ontem no Coliseu do Porto para o último concerto da tour Grandes Sucessos, em Portugal. A cantora brasileira encheu meio coliseu mas a energia que se fez sentir na plateia apontava para casa cheia. A primeira voz a fazer-se ouvir na noite passada foi uma voz saída dos altifalantes do Coliseu do Porto. A mensagem foi de solidariedade para com as vítimas do incêndio em Pedrógão Grande. Em bom português significaria uns minutos de silêncio, mas a audiência não o entendeu assim (queremos acreditar que foi pelo facto de não ter sido expressamente pedido o silêncio). Em palco, um…

Ariana Grande ao vivo na MEO Arena: The Show Must Go On

Aos 23 anos, após ter cancelado o concerto no Rock In Rio Lisboa em 2016 e apenas três semanas depois do atentado em Manchester, a cantora norte-americana Ariana Grande estreou-se em Portugal para apresentar o último álbum Dangerous Woman perante uma MEO Arena com segurança apertada e lotação preenchida. As portas abriram entre as cinco e as cinco e meia e por essa hora já muitos fãs aguardavam à porta: adultos, jovens e alguns pais mais corajosos. O dress code foi seguido a rigor: calções curtos, t-shirt da digressão, rabo-de-cavalo, maquilhagem e bandoletes com orelhas de coelho ou gato a replicar as usadas pela cantora. Também rigorosas foram as revistas e o policiamento à porta…

Aphex Twin no NOS Primavera Sound: um enigma difícil de desvendar

O último concerto do Palco NOS ficou a cargo de Richard David James, ou Aphex Twin, como é conhecido em palco. O músico irlandês apresentou a eletrónica enigmática que o caracteriza e que nem todos sabem desvendar. Aphex Twin deixou eco nos ouvidos dos festivaleiros pela sua batida forte que abanou o Parque da Cidade. Para quem aprecia esta eletrónica pesada e abstrata, este foi um concerto sonante onde cada batida, por vezes até experimental, podia ser sentida no corpo todo. Um som que percorria e fazia tremer o Primavera. Aliado ao som eletrizante, recurso também a padrões quase hipnotizantes que compunham o fundo do palco e a lazeres fortíssimos que penetravam o céu sem…

Japandroids no NOS Primavera Sound: dois poderia bem ser a conta que Deus fez

Os Japandroids foram os responsáveis por encerrar os concertos do Palco Super Bock nesta 6ª edição do NOS Primavera Sound. Apenas com uma guitarra elétrica e uma bateria, a dupla oriunda do Canadá, encheu o palco de música e transbordou energia para a plateia. Juntos na música desde 2006, Brian King e David Prowse são a prova de que não são precisos muitos para se fazer boa música. Com o seu rock alternativo que também encontramos nas bandas de garagem, apresentaram à plateia temas como "Yonger Us" e "No Known Drink Or Drug". Este último pertencente ao álbum que lançaram este ano. Mas a maior atenção foi para "North East South West", isto porque, o…

Metronomy ao vivo no NOS Primavera Sound: a banda britânica ama o Porto e o Primavera ama-os também

"Este é o sítio mais bonito em que já estivemos" – Os Metronomy subiram ao Palco NOS e fizeram do Parque da Cidade o melhor sítio para se ouvir boa música. Fundado em 1999 por Joseph Mount, o grupo britânico apresenta um pop eletrónico que, por vezes, vai buscar sonoridade ao indie. No Primavera apresentaram tudo isso e uma presença notável em palco. Não foi possível ficar quieto aquando deste concerto, a energia do grupo era quase palpável no ar. "Love Underline" e "Night Owl" foram alguns dos temas que a banda interpretou para os festivaleiros neste terceiro e último dia de concertos no Parque da Cidade. Mas os temas mais conhecidos não foram esquecidos:…

Elza Soares no NOS Primavera Sound: um samba à liberdade em dia de Camões

Às 18:30 em ponto, a cortina em palco caiu e revelou Elza Soares no seu habitual cadeirão. A cantora brasileira apresentou-se com a postura firme a que já nos habituou e, durante quase uma hora, brindou-nos com a sua voz que parece não envelhecer. "Vamos fazer um concerto bonito?" – ainda mal tinha começado o espetáculo no Palco Super Bock e já se percebiam sinais de que seria um dos concertos mais emotivos deste último dia de Primavera. A veterana, sempre sentada por graves razões de saúde, interpretou vários temas da sua longa carreira, a maioria com uma mensagem social e política. Temas sobre o preconceito racial ainda no séc. XXI e um em especial…

Entrevistas

David Carreira em entrevista: "O "Ficamos Por Aqui" é o início de uma nova fase da minha carreira"

No dia em que lança o seu novo single "Ficamos Por Aqui", estivemos à conversa com David Carreira sobre a mudança que este single representa na sua carreira. O artista revelou que está numa boa fase a nível profissional e pessoal mas que ainda quer fazer muito na música. Noite e Música (NM): Hoje sai o teu novo single "Ficamos Por Aqui". Qual foi a tua inspiração para criar? Como é que a descreves? David Carreira (DC): Eu normalmente quando escrevo uma música falo sempre de cosas que me vão acontecendo. Os temas têm sempre um bocado de mim, são sempre de episódios que vivo. No "Ficamos Por Aqui" acontece isso também. Quer pelo lado…

DJ Oder em entrevista: "No fundo o que interessa é ser criativo e trazer algo de diferente"

Depois de alguns anos de carreira e de ver vários dos seus temas a serem tocados por artistas como Jay Z e Steve Aoki, estivemos à conversa com DJ Oder. O DJ e também produtor falou-nos da sua carreira e dos obstáculos do Drum & Bass em Portugal. Noite e Música (NM): Em que momento da tua vida decidiste que era o caminho da música que querias seguir? DJ Oder: A partir da adolescência comecei logo a colecionar discos e a dar os primeiros passos na produção com amigos, mas só alguns anos mais tarde é que decidi fazer da música o meu modo de vida. Não houve um momento específico foi algo que aconteceu…

Rita Redshoes em entrevista: "Eu gosto de escrever sobre o mistério da vida e do que realmente estaremos aqui a fazer"

Poucas semanas depois do lançamento do seu 4º álbum Her, estivemos à conversa com Rita RedShoes. A cantora falou-nos um pouco do seu percurso na música e do seu novo disco. Noite e Música (NM): Em primeiro lugar, provavelmente a pergunta mais cliché de todas, de onde vem o nome artístico Rita Redshoes? Rita Redshoes (RR): Quando eu comecei a gravar percebi que tinha de encontrar um nome artístico. Eu queria um nome que de alguma forma mostrasse um universo por detrás da palavra, ou seja, queria que quando as pessoas ouvissem o nome imaginassem uma energética associada. O 'Redshoes' surgiu-me uma vez e eu acho que tem muito que ver com o meu gosto…


,