• "Baby Driver: Alta Velocidade" [ganha convites para as antestreias]

    Baby, um jovem e talentoso condutor, especialista em fugas em assaltos (Ansel Elgort), confia na batida da sua banda sonora pessoal para ser o melhor. Quando encontra a miúda dos seus sonhos (Lily James), Baby vê nela a oportunidade de deixar para trás a sua vida de crime e sair de forma airosa desse universo. No entanto, ao se ver coagido a trabalhar para um chefe do crime (Kevin Spacey), e quando um golpe condenado ameaça a sua vida, o seu romance e a sua liberdade, ele terá de optar pela música certa. Estreia: 3 de agosto 2017 FICHA TÉCNICA Título Original: Baby Driver Género: Ação/Thriller Realização: Edgar Wright Argumento: Edgar Wright Produção: Tim Bevan,…

  • MEO Marés Vivas: há mais para o ano! [as melhores fotos ambiente]

    A 15ª edição do MEO Marés Vivas voltou a arrastar milhares ao Cabedelo e, em contrapartida, ofereceu três dias de música, com um cartaz capaz de agradar tanto a miúdos como a graúdos. Se tentarmos contar pelos dedos o número de pessoas que passaram pela Praia de Cabedelo no passado fim de semana, rapidamente perdemos a conta. Não foram dezenas nem centenas, estamos a falar de milhares, mais precisamente 75 mil pessoas que quem as visse do alto, via uma "lata de sardinhas enlatadas". Pelo palco, Agir, Diogo Piçarra, Sting, Bastille, Seu Jorge, Scorpions, Miguel Araújo foram alguns dos artistas que por lá passaram durante os dias 14, 15 e 16 de julho, uns pela…

Reportagens

MEO Marés Vivas: há mais para o ano! [as melhores fotos ambiente]

A 15ª edição do MEO Marés Vivas voltou a arrastar milhares ao Cabedelo e, em contrapartida, ofereceu três dias de música, com um cartaz capaz de agradar tanto a miúdos como a graúdos. Se tentarmos contar pelos dedos o número de pessoas que passaram pela Praia de Cabedelo no passado fim de semana, rapidamente perdemos a conta. Não foram dezenas nem centenas, estamos a falar de milhares, mais precisamente 75 mil pessoas que quem as visse do alto, via uma "lata de sardinhas enlatadas". Pelo palco, Agir, Diogo Piçarra, Sting, Bastille, Seu Jorge, Scorpions, Miguel Araújo foram alguns dos artistas que por lá passaram durante os dias 14, 15 e 16 de julho, uns pela…

Super Bock Super Rock além da música. As melhores fotos do festival do Parque das Nações

Festival regressa ao Parque das Nações em 2018, de 19 a 21 de julho. Vê as melhores fotos ambiente do festival. 56 mil espectadores passaram pelos três dias do Super Bock Super Rock, que se realizou no Parque das Nações, em Lisboa. Red Hot Chili Peppers, Future, London Grammar e Deftones foram os principais destaques do cartaz deste ano, que contou ainda com o luso The Legendary Tigerman (apresentando pela primeira o novo disco ao vivo, Misfit), Seu Jorge, recordando o seu álbum de versões de David Bowie, além da primeira atuação do coletivo de hip hop Língua Franca. Equipa Noite e Música Magazine no Super Bock Super Rock Fotografia: Rui Jorge Oliveira Textos: Miguel Lopes…

Miguel Araújo no MEO Marés Vivas: como é simples embalar uma multidão

Se ainda há uns dias era dia de festa, a verdade é que as comemorações prolongaram-se para o resto da semana e não se limitaram a ficar guardadas em casa. Saíram até à rua e Miguel Araújo quis traze-las até ao palco do Cabedelo. Embora o cantor esteja um ano mais velho, para os mais curiosos, ao início da noite quis deixar claro que a sua vida continua "pacata", ao começar por tocar "Readers Digest". Mãos no ar, vozes afinadas, não havia dúvida que o "bailarico" estava instalado numa das margens do rio. "Anda Comigo Ver os Aviões" e é claro, "Pica do 7", foram os temas capazes de pôr uma multidão a cantar em…

MEO Marés Vivas: A expressão hipnotizante de Sting

Sting era provavelmente o homem mais esperado do festival. O primeiro a esgotar os bilhetes diários subiu ao palco em pontualidade britânica e durante uma hora e meia hipnotizou o Cabedelo com os seus temas que nos são bem familiares. O ex-vocalista dos The Police atuou para um recinto evidentemente esgotado e um público que se mostrou completamente rendido aos 65 anos de vida que o cantor faz parecer 30. O artista começou o concerto com o tema "Synchronicity II" dos The Police, mas não foi este o único tema da banda que pudemos ouvir nesta noite. Foram várias as canções da banda britânica que compuseram o alinhamento desta noite, e nós agradecemos. Seguiram-se "If…

Joe Sumner no MEO Marés Vivas: Aprende, que o pai não dura sempre

Joe Sumner foi o primeiro a chegar ao palco principal neste terceiro e último dia de MEO Marés Vivas. O filho de Sting atuou durante perto de uma hora acompanhado apenas pela sua guitarra. Com uma voz inegavelmente parecida com a do seu pai, Joe Sumner tem ainda muito a aprender no que toca à presença em palco e ao entretenimento do público. A tarefa complica-se quando se tem apenas uma guitarra mas certamente daqui a uns anos iremos encontrar o artista melhor do que foi. "Looking for Me Looking for You" foi a escolhida para dar início a um concerto que deixou um pouco a desejar. Talvez se esperasse mais daquele que é o…

Deftones no Super Bock Super Rock: Ainda (e só) a força de Chino Moreno

Os californianos Deftones regressaram também a Portugal depois de vários anos afastados do nosso país e esperava-se uma enchente para os ver. Tendo sido uma das bandas mais influentes no início do milénio, onde se tentavam afastar do movimento nu-metal e criar um rock mais alternativo, os Deftones tinham angariado muitos fãs em Portugal. Mas, continuando na saga negra do SBSR deste ano, apenas um terço da MEO Arena estava com público durante o concerto. E não, com certeza por concorrência de outros palcos. Embora tivesse passado muito tempo desde White Pony (de 2000), o seu álbum mais marcante, esperava-se maior afluência. No entanto, nem os Deftones (e em especial o seu vocalista Chino Moreno),…

Entrevistas

Diogo Piçarra no MEO Marés Vivas: "Estar neste palco é o cumprir de um objetivo"

Antes da sua estreia no maior palco do MEO Marés Vivas, estivemos à conversa com Diogo Piçarra. O artista falou-nos do seu novo disco, dos seus projetos futuros e também da importância deste concerto na sua vida. Não é a primeira vez que estás neste palco mas é a primeira que aqui estás para apresentar o teu espetáculo. Como é que vai ser pisar este palco esta noite? Estar neste palco é o cumprir de um objetivo. Desde o ano passado, quando vim cantar com o Jimmy P, que fiquei com o bichinho. Adorei o palco, o público, o sítio, o por-do-sol e, realmente, parece que foi quase de propósito vir aqui um ano depois…

Tiago Bettencourt no NOS Alive: "Saímos do palco muito felizes e com um sentido de missão cumprida"

Tiago Bettencourt foi o primeiro a atuar no Palco NOS no segundo dia do festival de Algés. Depois do concerto, conversou connosco sobre a importância de atuar num palco como este e sobre os seus projetos para o futuro. Foi a primeira vez que atuaste no maior Palco do NOS Alive. Palcos desta dimensão ainda assustam um artista com os teus anos de experiência? Não é bem assustar, é mais uma questão de respeito pelo facto deste Palco NOS, especificamente, ter uma exposição internacional muito grande. São raras as vezes que temos estas oportunidades de atuar para tantas pessoas sendo que muitas não são de cá, inclusive estão presentes muitos órgãos de comunicação internacionais e,…

Os Quatro e Meia em entrevista: "Nós estamos a cumprir um sonho de criança que não invalida os outros caminhos que seguimos"

João Rodrigues, Mário Ferreira, Pedro Figueiredo, Ricardo Almeida, Rui Marques e Tiago Nogueira começaram por juntar-se ao aceitar um convite para atuar num Sarau e, desde então, não pararam de dar concertos. No dia do lançamento do seu primeiro álbum, estivemos à conversa com Os Quatro e Meia sobre o seu percurso. Sempre animados, explicaram como conciliam a banda com os seus outros projetos profissionais e apresentaram-nos o álbum Pontos Nos Is. Começaram por juntar-se em jeito de brincadeira para um sarau, como é que depois decidiram levar o projeto para a frente? Tiago: Não decidimos, foi algo que nos foi depois pedido. Surgiu, não a partir de nós, mas de quem foi ver esse…

David Carreira em entrevista: "O "Ficamos Por Aqui" é o início de uma nova fase da minha carreira"

No dia em que lança o seu novo single "Ficamos Por Aqui", estivemos à conversa com David Carreira sobre a mudança que este single representa na sua carreira. O artista revelou que está numa boa fase a nível profissional e pessoal mas que ainda quer fazer muito na música. Noite e Música (NM): Hoje sai o teu novo single "Ficamos Por Aqui". Qual foi a tua inspiração para criar? Como é que a descreves? David Carreira (DC): Eu normalmente quando escrevo uma música falo sempre de cosas que me vão acontecendo. Os temas têm sempre um bocado de mim, são sempre de episódios que vivo. No "Ficamos Por Aqui" acontece isso também. Quer pelo lado…


,