Noite e Música Magazine - Música com Alma

  • "Meg – Tubarão Gigante" [ganha convites para as antestreias oficiais em Lisboa e no Porto]

    Jason Statham e Li Bingbing, a galardoada atriz chinesa, são as estrelas deste thriller de ação e ficção científica, "Meg – Tubarão Gigante", realizado por Jon Turtelaub ("O Tesouro" e "Las Vegas – Despedida de Arromba"). Um submergível de alta profundidade – de um programa internacional de observação submarina – é atacado por uma criatura gigante, que se julgava extinta, e encontra-se agora inutilizado na parte mais profunda do oceano pacífico…com a sua equipa presa no interior. Com o tempo a escassear, o experiente mergulhador de resgate em alto mar, Jonas Taylor (Jason Statham) é recrutado por um visionário oceanógrafo chinês (Winston Chao) contra os desejos da sua filha Suyin (Li Bingbing), para salvar a…

  • Vodafone Paredes de Coura: os The Jungle homenageiam Aretha Franklin da melhor maneira possível

    O conjunto inglês trouxe soul ao Rio Coura, regressando a Portugal 3 anos depois da sua última presença. Numa noite cada vez mais fria, as vozes belíssimas do grupo aqueceram a alma. As vozes de Tom McFarland e Josh Lloyd-Watson acompanhadas de forma brilhante pelo resto da sua trupe cantaram de forma brilhante "Lemonade Lake", tema esse que dedicaram à falecida Aretha Franklin, que chamaram de inspiração. Para além da bela homenagem, os The Jungle mostraram o seu som de forma muito animada, com temas como "Jungle" do mais recente álbum, "Happy Man" e o momento alto da noite com "Busy Earnin". Com rasgados elogios à beleza do recinto, os The Jungle fecharam da melhor…

  • Vodafone Paredes de Coura: Legendary Tigerman não surpreende, mas isso é uma coisa boa

    Paulo Furtado, ou como é mais conhecido no mundo musical neste momento, Legendary Tigerman, já se tornou numa das referências não só do panorama musical nacional, como de Paredes de Coura. Já aí tocou com os Tédio Boys, os Wraygunn e já tinha visitado o Minho neste seu "novo" projeto, que veio aquecer e bem a noite fria minhota. A banda, que agora é uma banda e não um One Man Show, como era aquando da sua estreia em Coura, trouxe o seu estilo do rock, puro e bom, ao recinto. As festividades foram abertas com "Black Hole", do mais recente álbum Misfit. A partir dai, e apesar do feedback que se ouvia e que…

Reportagens / Galerias

Vodafone Paredes de Coura: os The Jungle homenageiam Aretha Franklin da melhor maneira possível

O conjunto inglês trouxe soul ao Rio Coura, regressando a Portugal 3 anos depois da sua última presença. Numa noite cada vez mais fria, as vozes belíssimas do grupo aqueceram a alma. As vozes de Tom McFarland e Josh Lloyd-Watson acompanhadas de forma brilhante pelo resto da sua trupe cantaram de forma brilhante "Lemonade Lake", tema esse que dedicaram à falecida Aretha Franklin, que chamaram de inspiração. Para além da bela homenagem, os The Jungle mostraram o seu som de forma muito animada, com temas como "Jungle" do mais recente álbum, "Happy Man" e o momento alto da noite com "Busy Earnin". Com rasgados elogios à beleza do recinto, os The Jungle fecharam da melhor…

Vodafone Paredes de Coura: Legendary Tigerman não surpreende, mas isso é uma coisa boa

Paulo Furtado, ou como é mais conhecido no mundo musical neste momento, Legendary Tigerman, já se tornou numa das referências não só do panorama musical nacional, como de Paredes de Coura. Já aí tocou com os Tédio Boys, os Wraygunn e já tinha visitado o Minho neste seu "novo" projeto, que veio aquecer e bem a noite fria minhota. A banda, que agora é uma banda e não um One Man Show, como era aquando da sua estreia em Coura, trouxe o seu estilo do rock, puro e bom, ao recinto. As festividades foram abertas com "Black Hole", do mais recente álbum Misfit. A partir dai, e apesar do feedback que se ouvia e que…

Vodafone Paredes de Coura: os Shame mostraram que são um nome a ter em conta nos próximos anos com um poço de energia enorme

Os Shame são um dos bons nomes a aparecer no panorama punk britânico. Oriundos de Londres, já visitaram Portugal no ano passado, durante o Milhões em Festa, e se deram um concerto igual a este, podem ter muito bem roubado o festival. São um autêntico poço de energia estes rapazes. Com o primeiro CD lançado ainda este ano, a maioria do público presente não era familiar com os britânicos. No entanto, com um crowdsurf logo a abrir e a chamar o público para se juntar a ele mais perto do palco, Charlie Steen mostrou uma energia e um carisma fantásticos. Para além de todo este carisma, o punk que eles apresentam revelou-se um hit no…

Vodafone Paredes de Coura: os Fleet Foxes encontraram uma nova casa em Portugal

A banda de Seattle teve problemas ainda antes do início do concerto, e em nada estiveram relacionados com a eletrónica que rodeia um concerto. O seu vocalista, Robin Pecknold, chegou a Portugal apenas 3 horas antes do concerto, depois de estar retido em Amesterdão durante 24 horas. Apesar dos problemas que antecederam o concerto, quando em palco, a banda de Seattle não encontrou nenhum entrave para a sua performance. Com um público incrivelmente recetivo (incluindo ainda um fã que Pecknold reconheceu de um anterior concerto em Portugal, que recebeu a camisola do americano), temas como "Grown Ocean" a abrir, "Fool's Errand" do mais recente álbum e Helplessness Blues a fechar, mostraram a qualidade do folk-rock…

Vodafone Paredes de Coura: mesmo com dificuldades técnicas, os Mystery Lights saíram do Minho vitoriosos

Os californianos The Mystery Light pareciam estar com uma grande malapata. Um início de set com alguns problemas técnicos pareciam condenar a banda a um show desapontante. Mas depois dos problemas técnicos que adiaram o início do concerto (e que se estenderam até depois da primeira música), a banda californiana deu a volta de forma brilhante. Com uma energia incrível por parte do vocalista Mike Brandon e com músicas mais mexidas como "Flowers in My Hair, Demons in My Head", "Too Many Girls" e "Too Tough to Bare", o conjunto deu uma energia incrível ao Palco Vodafone.FM e mostrou um à vontade em palco que foi bem retribuído pelo público presente. Uma estreia festivaleira em…

A banda sensação da música eletrónica do momento atuou no Vodafone Paredes de Coura, mas os The Blaze deixaram esperanças de melhoria no futuro

Os The Blaze são uma verdadeira banda sensação. Praticamente desconhecidos em 2017, neste ano já estiveram em Coachella, em Leeds/Reading e na versão espanhola do Primavera Sound. Com estes festivais de renome e com a sua importância a aumentar de dia para dia, o duo francês estreia-se em Portugal em Paredes de Coura, para gáudio dos presentes. Ao contrário dos anteriores King Gizzard, isto não é música para fazer moche. É um estilo imensamente mais chill-out, de uma banda ao vivo que ficou conhecida pela imensa qualidade dos seus vídeos. Como tal, o público aproveitou esta atuação para fazer mesmo isso: chillar. A música eletrónica claramente inspirada em bandas como Daft Punk e Justice, bastante…

Não há nada como a primeira vez, mas os King Gizzard deram o seu máximo no regresso ao Vodafone Paredes de Coura

Os australianos King Gizzard voltaram a trazer o seu rock psicadélico às margens do Rio Coura, repetindo uma presença já realizada em 2016, um concerto esse que surpreendeu todos os presentes pela sua alta qualidade. Ora, passaram-se dois anos e os King Gizzard lançaram entretanto uns estonteantes 5 álbuns em 2017 e isso foi bastante visível. Indo tirar algumas músicas a esses mesmos álbuns, como "Murder of the Universe" e "Flying Microtonal Banana". No entanto, o público, apesar de bastante animado com o inicio (com as inevitáveis moches ao barulho) subiu os níveis de energia quando os australianos regressaram a temas mais familiares, especialmente a temas do disco que os trouxe para a ribalta, Nonagon…

Tocar à noite, finalmente: os Linda Martini mostraram a sua qualidade no Vodafone Paredes de Coura

Os Linda Martini não são nada estranhos à Praia do Tabuão. Atuando em Paredes de Coura diversas vezes, a última delas em 2014, a banda de Lisboa voltou ao Norte e ao "pitoresco" Palco Vodafone para apresentar o seu novo álbum, o homónimo Linda Martini. Começando de forma arrojada com um single do novo álbum, "Gravidade", os Linda Martini começaram a aquecer a noite cada vez mais fria no recinto. Continuando com temas como "Boca de Sal" e "Dez Tostões" e com um público extremamente recetivo, a banda eventualmente chega ao momento alto da sua noite, com "Cem Metros Sereia", tendo o público todo a cantar o refrão da música juntamente com a banda. O…

Marlon Williams no Vodafone Paredes de Coura: escuridão e reflexão ao pôr do sol

O neo-zelandês Marlon Williams visitou pela primeira vez Portugal e mostrou-se ao seu melhor em Paredes de Coura. Vestido à Johnny Cash, completamente de negro, trouxe as suas letras negras e refletivas para o Palco Vodafone. Com um concerto centrado à volta do seu novo álbum, Make Way For Love inspirado numa relação que acabou da pior maneira, músicas como "What's Chasing You" e "Love is a Terrible Thing" mostraram o lado negro que todas as relações possuem, enquanto "Party Boy" animou o público mantendo ao mesmo tempo a toada de solidão e perda. No entanto, não se limitou a tocar músicas do seu novo disco. De nota fica a incrivelmente deprimente "Dark Child", que…

Entrevistas

David Carreira à Noite e Música Magazine: "Eu escrevo sobre amor porque o amor é universal"

Pouco mais de um mês depois do lançamento do single "És Só Tu", conversamos com David Carreira sobre este novo trabalho e o sucesso da parceria com Inês Herédia. O artista falou também da importância que dá à escrita sobre o amor e sobre a sua nova tour que vai arrancar com novo formato já em julho. "És Só Tu" saiu há um mês e já é um tema de sucesso a nível de visualizações. Ao lançares este tema tiveste noção da amplitude que teria ou é sempre imprevisível? Eu quando lanço uma música tento imaginar sempre o melhor cenário. Esperamos sempre que a música corra da melhor forma possível e que chegue ao máximo…

Diogo Piçarra em entrevista: "A música é universal e entende qualquer língua"

A uma semana de estrear o palco do Rock in Rio-Lisboa, conversamos com Diogo Piçarra sobre as expectativas de encarar um dos maiores palcos do mundo. O artista falou do orgulho que sente em integrar o cartaz e da barreira da língua que pensa não vir a encontrar no festival. Apresentou também o seu recente EP Abrigo e contou como foi escrever e produzir inteiramente estas três canções. Sem ninguém esperar, Abrigo sai cá para fora com três novas canções. O que é que pretendeste e esperaste com esta surpresa? Há algum tempo que eu já não lançava músicas, principalmente a solo. Tinha lançado a "Trevo" e a "Até ao Fim" mas desde a "Só…

Calema em entrevista: "Para nós é sempre um orgulho cantar em português e representar a Lusofonia"

Os Calema vão estar no próximo dia 13 de abril no Coliseu dos Recreios e a Noite e Música quis saber quais as expetativas dos irmãos, António e Fradique, para a estreia, já esgotada, na Capital. Em entrevista, a dupla falou da maneira como Portugal os recebeu, do enriquecimento que os obstáculos lhes trouxeram e contou, também, como foi a experiência de gravar "Casa de Madeira" na Islândia. Não é propriamente comum encontrarmos dois irmãos com a mesma vontade de fazer música. Como é que esta relação com a música começou? Partiu de um de vocês ou foi acontecendo? António: Nós costumamos dizer que foi a música que nos arrastou, ela é que nos escolheu….

Linda Martini em entrevista: "A música é quase um sentimento de necessidade nossa"

Os Linda Martini estão a comemorar 15 anos de existência e têm novo álbum. A Noite e Música esteve à conversa com o vocalista e guitarrista André Henriques para saber mais deste novo disco e sobre o percurso e as conquistas destes quatro amigos que se juntaram em 2003. O artista falou das maiores diferenças destes 15 anos e da imprevisibilidade do sucesso e do futuro. Depois de 15 anos vemos a Linda Martini na capa do vosso álbum. Porque é que decidiram optar em por o rosto deste vosso nome agora no quinto álbum? Estavam casados que vos perguntassem a razão de se chamarem Linda Martini? Cansados não, até porque é uma curiosidade legítima….