• Ana Bacalhau em entrevista: "Eu não sabia quem eu era quando só me representava a mim"

    Ana Bacalhau chega a solo ao panorama musical e apresenta-nos o seu Nome Próprio. Poucos meses depois do lançamento do primeiro álbum, a artista falou da sua descoberta enquanto individual e do percurso que tem vindo a percorrer na música. O nome Ana Bacalhau não nos é certamente estranho mas a verdade é que só chega a solo agora. Foi fácil encontrar a tua identidade enquanto artista a solo? Pois, por isso é que demorou tanto tempo! (risos). Obviamente que havia o traço da Ana Bacalhau nos trabalhos que fiz, tanto nos Lupanar como nos Deolinda. Na realidade eu sempre tive em bandas e sempre fui uma parte de um conjunto maior, portanto, eu não…

  • Lenny Kravitz na Altice Arena no próximo verão

    Digressão europeia de Lenny Kravitz irá passar por Portugal no próximo verão. Lenny kravitz acaba de anunciar as datas da digressão de verão 2018 que terá passagem garantida por Portugal, dia 1 de julho, na Altice Arena. A par com a tournée, Lenny está a preparar novas músicas que serão apresentadas ao público na primavera do próximo ano. O compositor, produtor e multi-instrumentista já venceu consecutivamente quatro grammy, assim como marcou o recorde pelo facto de ter sido o artista a ganhar mais vezes a categoria "Best Male Rock Vocal Performance", nestes reconhecidos prémios.. Os bilhetes serão disponibilizados para venda esta próxima sexta-feira, dia 15 de dezembro, a preços que vão dos €35 aos €59.

Reportagens

Carminho canta Tom Jobim: uma noite de homenagens na Altice Arena

Perto do vigésimo terceiro aniversário da morte de Tom Jobim, Carminho apresentou à Altice Arena aquilo que é a sua interpretação das canções de um dos maiores nomes da bossa nova. Em 2016, ao lado de icónicos artistas como Marisa Monte, Maria Bethânia ou Chico Buarque, a fadista gravou o disco Carminho Canta Tom Jobim que apresentou em Lisboa na noite passada. E porque o dia de ontem foi também feito de más notícias, a fadista dedicou o concerto ao falecido Zé Pedro, guitarrista e membro fundador de uma das mais icónicas bandas portuguesas, Xutos e Pontapés. Chegada a hora do início do concerto ainda a Altice Arena estava aquém de preenchida. Vinte minutos após…

Vodafone Mexefest: 20 imagens ambiente do festival da Avenida da Liberdade

Festival esgotou e voltou a "mexer" com a Avenida da Liberdade. 20 imagens que retratam o ambiente do Vodafone Mexefest. Fotos: Eduardo Alberto

Vodafone Mexefest: dia 2 (25/11), com Cigarettes After Sex, Julia Holter e Everything Everything

Cigarettes After Sex, Julia Holter, Everything Everything e Liars na despedida do Vodafone Mexefest. As imagens dos concertos pela lente da Noite e Música Magazine. Cigarettes After Sex Julia Holter Everything Everything Liars Fotos: Eduardo Alberto

Vodafone Mexefest: dia 1 (24/11), com Destroyer, Manel Cruz e Hinds

As imagens da primeira noite do Vodafone Mexefest. Os canadianos Destroyer, o portuense Manel Cruz, as espanholas Hinds e os norte-americanos Washed Out "aqueceram" a Avenida da Liberdade. Washed Out Manel Cruz Destroyer Hinds Fotos: Eduardo Alberto

Father John Misty no Coliseu dos Recreios: Portugal loves you, Honeybear

Irónico, sarcástico, crítico e, acima de tudo, detentor de uma incrível voz, Father John Misty é um dos alter-egos de Joshua Michael Tillman. Também conhecido como J. Tillman, o norte-americano é um sucesso de vendas. Baterista, guitarrista e cantor, já fez parte de conjuntos como Fleet Foxes ou Saxon Shore e regressou a Portugal enquanto Father John Misty na noite passada para apresentar o novo álbum Pure Comedy que lançou ainda este ano. Acompanhado da cantora Natalie Mering, mais conhecida como Weyes Blood, o cantor encantou o Coliseu dos Recreios. Weyes Blood é o projeto a solo da cantora Natalie Mering que esteve responsável pela abertura para o aguardado Father John Misty. No ano que…

Alphaville no Coliseu: Um Porto a "soar a melodia"

Os Alphaville estiveram no Coliseu do Porto para um concerto de grandes sucessos que preenchem estes 30 anos de carreira. A banda alemã atuou no Porto depois de ter estado em Lisboa no dia anterior. Uma noite de sala quase lotada, muita euforia e temas bem conhecidos que se tornaram intemporais. "Bem-vindos ao espetáculo" – Marian Gold, o vocalista original da banda, deu assim abertura a um concerto que durou quase duas horas. Em palco, além de Marian Gold, estava Carsten Brocker nas teclas e mesa de mistura; Dave Goodes na guitarra; Jakob Kiersch na bateria; E Alexandra Merl no baixo. A baixista foi a última a integrar a banda em 2016. Foi com "Homeos"…

Entrevistas

Ana Bacalhau em entrevista: "Eu não sabia quem eu era quando só me representava a mim"

Ana Bacalhau chega a solo ao panorama musical e apresenta-nos o seu Nome Próprio. Poucos meses depois do lançamento do primeiro álbum, a artista falou da sua descoberta enquanto individual e do percurso que tem vindo a percorrer na música. O nome Ana Bacalhau não nos é certamente estranho mas a verdade é que só chega a solo agora. Foi fácil encontrar a tua identidade enquanto artista a solo? Pois, por isso é que demorou tanto tempo! (risos). Obviamente que havia o traço da Ana Bacalhau nos trabalhos que fiz, tanto nos Lupanar como nos Deolinda. Na realidade eu sempre tive em bandas e sempre fui uma parte de um conjunto maior, portanto, eu não…

Cuca Roseta em entrevista: "É preciso ser-se apaixonado pelo fado"

Poucos dias depois de ter lançado o seu 4º álbum, Cuca Roseta falou-nos da sua relação com o fado e das suas convicções. A artista apresentou-nos o seu último projeto Luz e revelou as maiores diferenças que sente desde o seu primeiro trabalho no fado até ao presente. Antes de falarmos sobre o teu novo álbum que estreou dia 10 de novembro, explica-nos como começou a tua relação com o fado. A minha relação com o fado começou de uma forma muito interessante. Eu descobri o fado, o fado não fazia parte da minha vida. Normalmente estamos habituado a ver aquelas fadistas que crescem nas casas de fado porque os pais cantam ou porque tocam…

Alphaville em entrevista: "Portugal sempre foi uma experiência incrível"

Os Alphaville estão de regresso a Portugal em menos de uma semana para dois concertos. A Noite e Música Magazine falou com o vocalista Marian Gold sobre a história destes 30 anos de carreira da banda alemã e as expectativas de voltar a atuar em solo português. O primeiro concerto acontece em Lisboa a 16 de novembro, no Campo Pequeno, e dia 18 de novembro, sobem ao palco do Coliseu do Porto. É lógico começar do início. Como é que os Alphaville se formaram? Os Alphaville formaram-se em 1982. Inicialmente como Chinchilla Green, depois com o nome de Forever Young e finalmente chegamos aos Alphaville. É difícil para uma banda alemã fazer parte do cenário da…