Balla @ Musicbox: canções "balla"


Os Balla apresentaram-se no Musicbox, em Lisboa, para mostrar as suas novas "Canções".

Armando Teixeira já tocou, escreveu, compôs e produziu músicas dentro de várias sonoridades musicais, mas foi com o projeto Balla que o músico conseguiu encontrar o seu alter ego. Chegou ao palco do Musicbox com alguns minutos de atraso que foram aproveitados para a fantástica sala se ir compondo na sua com pessoas de várias classes etárias e que se mostraram conhecedores das músicas que estavam reservadas para a quase hora e meia seguinte.

"Outro Futuro" foi a música escolhida para aquecer a plateia que rapidamente se soltou e começou a dançar ao som do tema editado em 2006 (no álbum "Grande Mentira"). Cumprimentou os presentes com um rápido "Olá, boa noite", para que o público não esfria-se nas batidas de "É Como a Vida", (que originalmente tem a participação de Inês Lopes Gonçalves dos Soulbuziness) tema que movimentava quem não quis perder a apresentação do quinto trabalho de originais deste projeto. Soa a um pop com uma roupagem nova mas que parece familiar.
Com um aplauso do público ouvem-se os primeiros acordes de "Quebro" – primeiro single do álbum "Canções" que já está na ponta da língua de muitos e fez mexer os restantes.

"Ao Deus Dará" foi apresentada por ter sido escrita pelo Miguel Esteves Cardoso e foi um dos momentos altos até então. Armando Teixeira tem uma presença que aparenta alguma timidez em palco, mas ele sente cada palavra que pronuncia e mostra um enorme prazer no que faz.
O momento mais efusivo foi sem dúvida a "Montra" (que tem samplers dos UHF e é muito provavelmente a música mais conhecida dos Balla) que termina com a banda a sair de palco, mas na plateia ouvia-se "Vai Balla" e o projeto volta para um encore com "Ossos" (música escrita em colaboração com Joaquim Albergaria do projeto PAUS) e o bis de "Quebro".

O homem Balla veio mostrar na íntegra as suas "Canções" mas desfilou também várias músicas dos seus dois trabalhos anteriores, deixando o público satisfeito pelos 80 minutos vividos na mais conhecida sala de espetáculos do Cais-do-Sodré.

Alinhamento:
Outro futuro
É como a vida
Quebro
Uma sede
Ao Deus dará
A casa
Saltei de mim
Natureza Humana
Tudo
Por ti
O Fim da Luta
Construí Ruinas
Montra
Encore:
Ossos
Quebro

Fotos: João Paulo Wadhoomall
Texto: Bruno Silva


,