White Lies ao vivo no CCB [fotos + texto]


White Lies ao vivo no CCB [fotos + texto]

White Lies ergueram o CCB perante uma plateia composta.

Na noite passada o CCB recebeu de pé os White Lies. Os britânicos, que não vinham a Portugal desde 2011, vieram apresentar o novo álbum Friends, lançado em outubro, acompanhados dos The Ramona Flowers.

Pouco passava das nove horas quando The Ramona Flowers entraram em palco no CCB. A banda de Bristol que retirou o nome do filme Scott Pilgrim vs The World e que tocou ontem pela primeira vez em Lisboa, não se acanhou na estreia – a energia da banda fez-se sentir embora não tenha tido grande reflexo na atitude do público. A começar com o tema "Hurricane" do último álbum Part Time Spies, a banda passou por temas como "Skies Turn Gold", "Start To Rust", terminando com "Run Like Lola" e com o vocalista e o guitarrista a correr pela plateia do CCB. A audiência, embora ainda tímida, não se poupou nas palmas bem merecidas.

Depois de um anunciado intervalo de trinta minutos para as típicas mudanças de palco, com a plateia um pouco mais composta, os aguardados White Lies entraram em cena. Ao entrarem em palco, a banda imediatamente conseguiu o que The Ramona Flowers não tiveram tanta facilidade em fazer: toda a audiência se levantou e assim permaneceu durante todo o espetáculo. "Take It Out On Me" foi o primeiro tema da banda em Lisboa e foi acompanhado com grande euforia por parte dos fãs.

A noite continuou com grandes elogios ao CCB –  "What an amazing venue" – e agradecimentos ao público português que nunca falha no calor que distribui pelas bandas que por cá passam. Não só se ouviram temas do mais recente álbum Friends como "Morning In LA", "Hold Back Your love" ou "Is My Love Enough" como, para esta tour em especial, a banda reavivou um dos temas mais antigos e pouco tocado ao vivo "The Price Of Love", do primeiro álbum To Lose My Life… lançado em 2009.

Embora os londrinos não tenham esgotado o CCB, em nada se notou. O público, que recebeu os White Lies de braços abertos, manteve uma energia notável durante todo o concerto fazendo parecer cheio o grande auditório. E embora os lugares da plateia fossem lugares sentados, as pessoas que se acumularam na primeira fila e nos corredores a dançar eram cada vez mais. Nem nos camarotes estavam pessoas sentadas!

A banda saiu de palco, mas o público continuava a cantar alto e em bom som "there is no place like home", do tema "Fairwell To The Fairground", último da primeira parte, trazendo os White Lies de volta a palco. O encore deu por terminada a noite com três temas, entre eles "Come On" e "Bigger Than Us". Juntos no centro do palco, o grupo agradeceu ao público lisboeta por um grande final de tour, mas o público português é que agradece pela performance excecional dos britânicos: a voz limpa de Harry McVeigh, a energia da bateria e as inconfundíveis linhas de baixo e teclado uniram-se num impecável combo.

Terminada a tour europeia, e que boa forma de terminar, a banda segue para o Reino Unido para mais uma série de concertos de apresentação do álbum Friends lançado em outubro deste ano ainda na companhia dos The Ramona Flowers.

Fotos: Rui Jorge Oliveira
Texto: Maria Roldão


,