Vodafone Paredes de Coura: dia 3 (21/08), com Charles Bradley e The War on Drugs


Vodafone Paredes de Coura: dia 3 (21/08), com Charles Bradley e The War on Drugs

E na terceira noite chegou o soul. Terceiro dia da 23ª edição do Vodafone Paredes de Coura esteve (tal como a véspera) completamente esgotado, mas a animação abrandou e o concerto da noite coube a Charles Bradley.

Tal como se esperava, e depois de tanta energia gasta na véspera no êxtase psicadélico de Tame Impala, o público chegou mais cansado ao recinto no terceiro dia do festival. Apesar disso, já foram muitos os que assistiram às 18h30 ao concerto dos portuenses X-Wife, que com o seu universo indie pop eletrónico conseguiram pôr o público a dançar.

Pouco depois, foi a vez dos californianos Allah-Las se estrearem por terras portuguesas. Com sonoridades que nos transportam para os anos 60 e 70, a banda de garage surf psicadélico veio na hora certa, sincronizada com um final de tarde esplendoroso no anfiteatro natural de Coura.

Já a noite tinha vindo quando entrou Mark Lanegan, um dos momentos mais esperados da noite. No entanto, a sua voz rouca e o seu rock alternativo acabaram por não  entusiasmar a maioria dos ouvintes, que optaram por se deslocar até ao palco secundário onde tocavam os californianos Merchandise.

O grande momento da noite viria a seguir: Charles Bradley apareceu como que cristalizado nos anos 70, um irmão separado à nascença de James Brown, com um casaco lilás e uma voz como poucas, acompanhado de "his Extraordinaires", sete músicos realmente extraordinários. Todos se renderam ao seu soul e à sua simpatia: "a única coisa que importava era o amor".

Coube aos The War on Drugs a difícil tarefa de manter a fasquia da noite. Eram na verdade eles os cabeças de cartaz do dia, e apresentaram o seu indie rock despojado de artifícios: não havia tela oficial ou visuals, apenas música. Houve ainda alguns crowdsurfing, aplausos durante os solos de Adam Granduciel, mas a terceira noite pertenceu ao soul.

Fotos: Hugo Sousa/OA
Texto: Lídia Queirós


,