Rui Veloso @ Coliseu dos Recreios: o eterno pai do rock


O pai do Rock português encheu o Coliseu dos Recreios. Não é novidade que o faça, este artista já tão conhecido das andanças musicais de Portugal desde há longos anos.

Rui Veloso subiu ao palco com direito a uma maré de aplausos e abriu a noite com "É Triste Ser-se Crescido", seguido de "Bucólica". Êxitos como "Sei de Uma Camponesa" e "Nunca Me Esqueci de Ti" deram o mote ao acompanhamento por parte dos espectadores.

Sendo que estes concertos no coliseu antecedem um álbum em que Rui revisita alguns temas do passado com a ajuda de "amigos", teve ajuda de Hugo Correia no tema "Mariazinha" (original de José Mário Branco) e de Ricardo Silva em "Sayago Blues" e "Bairro do Oriente".

Rui Veloso pegou então no público que enchia o coliseu e levou-os a passear por "Porto Covo" enquanto se vislumbrava um "Lado Lunar", acabando a andar aos S's pela rua acima com o tão conhecido "Chico Fininho".

Num encore que se adivinhava, Rui Veloso subiu ao palco com Luís Represas, que o ajudou a cantar "Má Fortuna". Cantando "Não há Estrelas no Céu" (num palco que esteve repleto delas) despediu-se, a troco de uma ovação em pé, de uma noite memorável, como qualquer outra que conte com a presença deste ícone da música nacional.

Fotos e Texto: Diogo Oliveira


,