Rock in Rio Lisboa: dia 3 (27/05), com Hollywood Vampires, Rival Sons e Metz


Rock in Rio Lisboa: dia 3 (27/05), com Hollywood Vampires, Rival Sons e Metz

56 mil pessoas viveram o drama dos Korn que tiveram que abandonar o Palco Mundo devido a problema técnicos. Hollywood Vampires, Rival Sons e Metz salvaram o dia aos "metaleiros" presentes no Parque da Bela Vista.

Já na reta final, sucederá mais uma semana de Rock in Rio na Bela Vista, perfazendo um 3º dia muito agitado que deu lugar ao metal como o estilo musical em referência que fez atrair um grande número de fãs ao recinto, gerando uma ambiência muito boa.

Com todos os palcos a funcionarem de modo variado, houve muita cor e diversidade neste dia que não esteve tão quente quanto os dois primeiros dias, mas nem por isso impossibilitou o usufruto de todas as instalações e atividades que este belo festival tem para oferecer e encantar numa incrível cidade da música.

Ainda a cidade do rock não tinha arrancado no seu máximo esplendor e ainda se faziam ouvir alguns soundchecks de algumas bandas que iam atuar mais tarde no Palco Mundo. Conforme as horas iam avançando a panóplia de ritmos urban da área da Street Dance fundia-se com os sons brasileiros vindos da EDP Rock Street, a animação eletrónica da Somersby Pool Parties e o rock do Palco Vodafone. O Rock in Rio ia-se enchendo de gente e com o avançar da tarde que ia esfriando a temperatura, a noite por si já teria muito a prometer!

Á hora marcada, a noite fechou no Palco Vodafone com banda canadiana Metz numa energia fora de série. As pessoas iam-se agrupando para a frente do palco em movimentos corporais que acompanhavam o noise rock ao som de temas como "Dirty", "Knife" e "Get Off". O cenário circundante com a famosa roda gigante ao lado e um grupo de fãs seletos, iam conquistando o público português que prontamente curtia o terceto, realizando um moche central de frente para o palco.

Como que de um passo de magia, teletransportamo-nos para o Palco Mundo para assistir à apresentação musical dos Rival Sons que começara às 20:30, numa presença em palco impactante e cheia de personalidade. Algum público deslizava um a um pelo mítico slide do festival, entoando gritos eufóricos! Os norte-americanos que vieram de Long Beach (Califórnia) tocaram 10 músicas e fizeram cumprir com as expetativas de todos.

A noite seguiu e começava a aproximar-se a hora dos Korn! Uma multidão de fãs aguardava pelas 22:00 mas para espanto de tantos, por motivos técnicos não foi possível uma pontualidade que se fazia esperar. A chuva dava o ar da sua graça na cidade do rock e no final, contentámo-nos com entradas e saídas da banda californiana de palco devido a problemas técnicos que nunca viriam a ser resolvidos que culminaram em meia hora de atuação, obrigados pois a cumprir horário para que os Hollywood Vampires que seguiam, terem o seu espaço e marca neste festival.

É certo que não foi dos dias com mais público, mas ninguém resiste a Johnny Depp, Alice Cooper e Joe Perry, três nomes míticos com um historial mais do que provado e aprovado pelo grande público. Os vampiros de Hollywood foram os réis deste cartaz e fizeram suspirar a muitos ao envolverem uma setlist recheada de temas como "Raise The Dead", "Cold Turkey" ou "Bad As I Am". Com um guarda-roupa muito personalizado e exclusivo, aliou-se o sexy com a experiência em palco! Uma noite já acalorada e com cerveja à mistura, finalizaram este dia 27, marcado por algumas eventualidades que podem acontecer num festival, pois ninguém está imune às ocorrências pontuais da lei da vida. Mas, "The Show Must Go On"!

Amanhã espera-se um penúltimo dia onde se aguarda a chegada de bastantes festivaleiros que desfrutaram do calor trópico trazido pelo furacão Ivete Sangalo. O ponto alto da noite será o regresso de Adam Levine a terras lusas acompanhado pelos seus Maroon 5 que pontuarão o final do 4º dia de Rock in Rio Lisboa.

Equipa Noite e Música Magazine no Rock in Rio Lisboa
Fotos: Carlos Valadas
Textos: Rita Costa e Daniela Fonseca


,