OneRepublic ao vivo na Meo Arena, Lisboa [reportagem]


OneRepublic ao vivo na Meo Arena, Lisboa [reportagem]

Espetáculo muito visual dos norte-americanos OneRepublic em Lisboa. Ryan Tedder mostrou-se um verdadeiro mestre de cerimónias.

Após uma primeira parte com a banda sul-africana Kongos, ouvir a voz melodiosa de Ryan Tedder entrar, fez suster a respiração do público que enchia e esperava ansioso pelo concerto dos norte-americanos OneRepublic. Após um cancelamento e uma atuação no Santiago Alquimista, a quando do lançamento do primeiro álbum do grupo Dreaming Out Loud, a banda proveniente do Colorado regressa a palcos portugueses.

Certo que o alinhamento do espetáculo em nada mudou relativamente aos concertos anteriores, como por exemplo o do dia anterior em Espanha, mas o público não nota e ninguém fica desiludido.

Os OneRepublic deram início ao espetáculo "escondidos" por de atrás de uma gigantesca cortina branca, onde se refletiam as suas sombras. A cortina cai, o público fica ao rubro e o show arranca numa parafernália de luzes, projeções de imagens e disparos de Co2.

Momentos intimistas entre Ryan Tedder e a audiência foi o que predominou neste concerto, no tema "What You Wanted", o vocalista acabou-o a filmar o público e a si próprio, projetando estas mesmas imagens em direto nos ecrãs colocados na Meo Arena, e em "Good Life", foi  Lisboa que apareceu em destaque nas imagens.

Para êxtase do público não faltaram os grandes êxitos do grupo no alinhamento do concerto: "All The Right Moves", "Counting Stars" ou uma versão eletrónica de "If I Lose Myself" fizeram as delícias de miúdos e graúdos, no final e em forma de despedida, Ryan Tedder declara-se oficialmente aos seus fãs com um estrondoso "AMO-VOS".

Alinhamento
Don't Look Down (intro)
Light It Up
Secrets
All The Right Moves
What You Wanted
Stop and Stare
Something I Need
Apologize / Stay With Me (Sam Smith cover)
Budapest (George Ezra cover)
Come Home
Good Life (acústico)
Spanish Guitar Medley
Counting Stars
Can't Stop
Au Revoir
Feel Again
I Lived
Encore
Love Runs Out
What a Wonderful World (Louis Armstrong cover)
If I Lose Myself

Fotos: João Paulo Wadhoomall/Oporto Agency
Texto: Anaïs Silva


,