Noidz @ Ritz Clube: a outra galáxia


Na passada Quinta-Feira, os Noidz subiram ao palco do Ritz Clube para um concerto que marca o lançamento do álbum 2.0.1.3, disponível desde dia 15 deste mês.

Vindos de uma galáxia distante, a banda composta por ZORK, MONKKA, DR.ZEE, ZDION, SERVUS e BIOTIKKA decide assimilar o que a música portuguesa tem de tradicional e associá-la à variação mais bizarra possível que resulta numa espécie de trance-metal – conseguindo assim o seu estilo bastante característico.

Vestidos a rigor, os Noidz tomaram o palco por volta das 22.45h, hora a que a sala já estava bastante composta. Foi "React" o tema escolhido para dar início a uma noite que, mostrando novos temas de 2.0.1.3 como "Waisting Time", "Message" e "We Are The Future", intercalados com temas já do passado, se desenrolou por cerca de 1.30h – com contribuições muito especiais, como foi o caso de Júlio Pereira no caso da cover "O Pastor" (Madredeus), seguida da 2ª cover da noite, esta de uma banda de peso – "Wherever I May Roam" (Metallica) – que foi um dos temas mais alto entoado pelos "Alienoidz" presentes.

O primeiro encore dá-se com a subida ao palco de Katia Guerreiro para a interpretação de "Estranha Forma de Vida", tema que demonstrou claramente a visão inovadora e pouco usual da banda numa mistura perfeita do clássico fado que foi há tempos cantado por Amália Rodrigues com as inovações electrónicas e mais pesadas da banda.

No fecho da noite temos a 4ª cover, desta vez de "The Beautiful People" (Marilyn Manson), seguida do mítico tema "Root Sounds From Earth" que conta com a gaita de foles de Servus e que parecia ter o poder de fazer dançar toda a sala. Com agradecimentos e vénias, os Noidz voltaram à sua nave, deixando assim o Ritz Clube totalmente esgotado.

Fotos: João Paulo Wadhoomall
Texto: Diogo Oliveira


,