MEO Marés Vivas: Um Sunset de Pop/Soul pelas mãos dos Lukas Graham


MEO Marés Vivas: Um Sunset de Pop/Soul pelas mãos dos Lukas Graham

A banda dinamarquesa subiu ao Palco MEO e atuou para um público que revelou conhecer bem a sua música. Durante mais de uma hora, a banda mostrou o seu Pop/Soul aos festivaleiros que pareceram gostar do que ouviram.

"Take The World By Storm" foi a escolhida para iniciar o espetáculo mas a primeira a arrancar os maiores aplausos foi "Drunk In The Morning". O tema de 2012 foi reconhecido pelo público que não deixou o artista cantar sozinho.

Seguiram-se temas como "Don’t You Worry" e "You're Not There". Ambos de 2015, integram o disco Lukas Graham (blue album).

Já na reta final ouvimos "Happy Home" e "Strip No More" mas foi "Mamma Said" que teve os maiores aplausos sendo mais acarinhada pelos festivaleiros.

O encore contou com "Funeral" e com a mais esperada da noite. "7 Years" foi a última a fazer-se ouvir neste concerto e veio com uma mensagem bastante emocionante do cantor. Lukas Forchhammer falou da morte do seu pai e da importância de aproveitarmos todos os momentos que podemos com os nossos pais, porque, infelizmente, eles não são eternos.

Um concerto que terminou com o vocalista sem t-shirt e agradecido pelo carinho do público do Cabedelo.

Equipa Noite e Música Magazine no MEO Marés Vivas
Fotografia: António Teixeira
Textos e Social Feed: Daniela Fonseca e Rita Pereira
Edição: Nelson Tiago


,