LCD Soundsystem ao vivo no Coliseu de Lisboa: Playing in their house [fotos + texto]


LCD Soundsystem ao vivo no Coliseu de Lisboa: Playing in their house [fotos + texto]

Um concerto dentro de uma bola de espelhos.

Dentro de uma sala a abarrotar de público, extremamente abafada e do alto dos camarins de 2º balcão, junto a pessoas desconhecidas, assistimos à segunda noite da trilogia de concertos dos LCD Soundsystem em Lisboa.

Vindos de Nova Iorque, a banda liderada por James Murphy fez, mais uma vez, de Lisboa a sua casa para tocar entre amigos (ou não tenha terminado a noite com "All My Friends").

Num alinhamento muito semelhante à noite anterior, o produtor nova-iorquino, literalmente comandou e corrigiu os restantes membros da banda como de instrumentos se tratassem. A "banda" é um one-man-show onde James Murphy apenas substitui os computadores e máquinas de estúdios por instrumentos e pessoas que seguem a sua liderança.

Os LCD Soundsystem, com o seu palco cheíssimo de instrumentos e maquinaria são uma autêntica máquina de dança. Criam todo ambiente de clubbing, como se de uma discoteca de Nova Iorque, Berlim ou Lisboa (já que também estamos na moda!).

Nesta segunda noite o concerto extendeu-se por mais 2 músicas: às 16 músicas do primeiro dia, sabiamente dividas pelos 4 álbuns da banda, entraram ainda "Emotional Haircut" do último American Dream e "Yeah" do homónimo LCD Soundsystem.

Depois do início chill-out de "Oh Baby", a discoteca foi variando entre a calmaria e as explosões sónicas. "Tribulations" foi o primeiro grande momento da noite, seguido de uma versão mais jazzy de "Daft Punk is playing in my house". A gigante bola de espelhos em palco ia fazendo a sua aparição, nos momentos mais dançáveis. A voz de James Murphy ia ecoando pelo Coliseu em "I Can Change" e, quase sempre à contraluz, o concerto foi seguindo até ao final com "New York, I Love You but You're bringing me down".

Depois de um momento de intervalo (acompanhado de "musiquinha" de comercials antigos), o encore teve "How do I Sleep?", a já referida "Emotional Haircut" do último álbum, "Dance Yourself Clean e "All My Friends".

Todos terminaram prontos para outra! Sim, ainda vinha aí a terceira noite de comunhão!

Fotos: Rui Jorge Oliveira
Texto: Miguel Lopes