Laura Mvula e José James no EDP Cool Jazz [fotos + texto]


Laura Mvula e José James no EDP Cool Jazz [fotos + texto]

A 11ª edição do EDP Cool Jazz recebeu esta noite nos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras, dois dos convidados mais ilustres deste festival, e por ventura também, dos mais aguardados.

No concerto de abertura, depois da transmissão da final do Campeonato do Mundo de Futebol de 2014, esteve a jovem revelação britânica, Laura Mvula. A cantora e compositora de música soul e jazz foi considerada pelo jornal londrino Evening Standard, como "A Voz de 2013".

Laura Mvula foi nomeada para os Barclaycard Mercury Prize, com o seu álbum de estreia Sing To The Moon, e juntamente com o Mercury Prize, foi ainda indicada para "Best New Act" dos britânicos Critics Choice Award, e para quatro categorias nos MOBO Q Awards.

A grande afluência de público, em particular a presença de músicos e outros artistas do panorama nacional denunciam que os portugueses não ficaram indiferentes a estas distinções.

Para além do álbum de estreia, Sing To The Moon, produzido por Steve Brown e lançado em março de 2013, Laura Mvula apresentou ainda outros temas não incluídos no álbum como "Let Me Fall" ("all about freedom" conforme a descrição da cantora e compositora).

O reportório não podia ter mais a ver com a noite ou o local "Sing To The Moon", "Green Garden", a música, não podia agradar mais à plateia que aplaudia entusiasticamente no fim de cada tema. Em particular nas músicas em que a artista cantava quase à capela confirmando todo o seu mérito.

O único tema do encore "Make Me Lovely" foi acompanhado pela apresentação da magnífica orquestra. Laura Mvula despediu-se com "What a beautiful ambience!" e deixou-nos aquela sensação que Sérgio Godinho descreveu como ninguém na letra "Hoje soube-me a tanto, Portanto, Hoje soube-me a pouco".

Setlist (Laura Mvula)
1.    Like The Morning Dew
2.    Let Me Fall
3.    Flying Without You
4.    She
5.    Sing To The Moon
6.    Is There Anybody Out There?
7.    Father, Father
8.    Green Garden
9.    That's Alright
Encore:
1.    Make Me Lovely

Na segunda parte do espetáculo José James, o intérprete e compositor norte-americano de jazz, hip-hop e da nova geração da soul, regressa a Portugal para apresentar o seu novo álbum recém-editado, While You Were Sleeping. Este novo trabalho é um seguimento do seu aclamado álbum No Beginning No End, e assinala uma mudança para o versátil cantor e compositor americano, com a nova direção criativa, bem visível no tema "Anywhere you Go".

Ao ouvir temas como "Anywhere you Go", "Trouble", "Park Bench People" percebe-se a dificuldade em rotular a sua música que resulta de uma mistura de sons eletrónicos com improvisos vocais na linha do hip hop, e apontamentos do jazz moderno, e o seu papel na desmistificação do caráter “erudito e elitista” do jazz.

Esta noite porém, nem o seu diversificado reportório, nem o seu aveludado timbre de barítono foram suficientes para prender o público. A noite ia ficando demasiado longa para inicio de semana e o frio estava novamente impiedoso, fazendo com que a plateia se esvaziasse de tema para tema.

No encore "Do You Feel", aparentemente encurtado pelo artista, a plateia em pé evadiu as zonas mais perto do palco evitando a desolação que se sentia ao ver as cadeiras em frente ao palco quase vazias.

Esse público resistente e fiel permaneceu até ao fim aplaudindo a banda inúmeras vezes apresentada, o teclista Kris Bowers, o baixista Solomon Dorsey e o baterista Richard Spaven.

Alguns fãs estão na expectativa do seu próximo álbum (por o considerarem aquém do seu último trabalho), o público desta noite ficou com expectativa para o seu próximo concerto, que se anseia num ambiente mais quente e intimista (e se não for pedir demais, numa noite de sábado)!

Setlist (José James)
1.    Angel
2.    You Are the One
3.    While You Were Sleeping
4.    Anywhere You Go
5.    Bodhisattva
6.    For Noble Truths
7.    Dragon
8.    Come to My Door
9.    Trouble
10.    Park Bench People
Encore
1.    Do You Feel

Fotos: João Oliveira/Oporto Agency
Texto: Paula Linhares c/ Oporto Agency


,