Father John Misty no Coliseu dos Recreios: Portugal loves you, Honeybear


Father John Misty no Coliseu dos Recreios: Portugal loves you, Honeybear

Irónico, sarcástico, crítico e, acima de tudo, detentor de uma incrível voz, Father John Misty é um dos alter-egos de Joshua Michael Tillman. Também conhecido como J. Tillman, o norte-americano é um sucesso de vendas. Baterista, guitarrista e cantor, já fez parte de conjuntos como Fleet Foxes ou Saxon Shore e regressou a Portugal enquanto Father John Misty na noite passada para apresentar o novo álbum Pure Comedy que lançou ainda este ano. Acompanhado da cantora Natalie Mering, mais conhecida como Weyes Blood, o cantor encantou o Coliseu dos Recreios.

Weyes Blood é o projeto a solo da cantora Natalie Mering que esteve responsável pela abertura para o aguardado Father John Misty. No ano que passou esteve em Portugal para dois concertos inéditos e regressou na noite passada para apresentar novamente o terceiro disco de originais Front Row Seat To Earth, lançado em 2016. Acompanhada de três músicos (bateria, baixo e teclado), entrou em palco mal bateram as oito horas e meia perante um Coliseu ainda em fase de composição. Tendo em conta a melancolia das suas canções, o aquecimento foi feito em tom morno e dele fizeram parte temas como "Diary", "Used To Be" ou "Do You Need My Love".

Eram já 21h e 40 quando entrou em palco o aguardado Father John Misty, e por aquela hora já o Coliseu estava aparentemente esgotado. Pontualmente, e acompanhado dos irónicos e satíricos vídeos que ilustram o novo longa-duração Pure Comedy, os primeiros minutos foram ocupados pelo tema que dá título ao álbum e por muitos aplausos do público lisboeta. E se os álbuns parecem roçar o tom melancólico, ao vivo Father John Misty é um verdadeiro e enérgico performer. Com uma postura em palco que relembra a do icónico Jim Morrison, o cantor fez-se acompanhar de um incrível espetáculo de luz e projeção que em momento algum descurou a presença dos seis membros da grande banda que dá vida aos seus temas.

Pure Comedy é o mais recente lançamento que o norte-americano editou, no entanto o cantor intercalou com a apresentação do novo disco os primórdios da sua carreira enquanto Father John Misty. Do alinhamento fizeram parte temas como "Only Son Of The Ladiesman" ou "I'm Writting a Novel", do primeiro álbum editado em 2012, e "Chateau Lobby #4 (in C for Two Virgins)" ou "Bored In The USA", do segundo lançado em 2015.

Aos 36 anos o cantor é já um ícone pela sátira e ironia que impõe às letras que escreve e daí títulos como "Holy Shit" ou "Nancy From Now On", ambos temas que não faltaram no alinhamento da noite de ontem. "Hollywood Forever Cemetery Sings" e "I Love You, Honeybear", dois dos temas mais aguardados da noite, deram os últimos acordes para a primeira saída de palco do cantautor norte-americano. Mas não passou muito tempo até que regressasse, tal foi a insistência do público. Mr. Tillman, que se tinha contido durante todo o concerto, guardou a entrada para o encore para abraçar alguns membros da audiência e até deixar que lhe tocassem na icónica barba, deixando assim transparecer o seu lado mais cómico que até então só tínhamos presenciado em formato canção.

A digressão do cantor terminou ao som de "Ideal Husband", tema do disco I Love You, Honeybear – e não poderíamos ter desejado por um final melhor. Um alinhamento impecável, um espetáculo incrível e um público que apenas Portugal tem, descrevem uma noite preenchida e a repetir.

Fotos: Rui Jorge Oliveira
Texto: Maria Roldão