D.A.M.A na Maia: eles tinham saudades [fotos + texto]


D.A.M.A na Maia: eles tinham saudades [fotos + texto]

"Boa noite Maia! Estávamos com saudades vossas" – Os D.A.M.A atuaram ontem na cidade da Maia para centenas de pessoas que os esperavam ansiosamente.

Pouco depois da performance de DJ Rusty, responsável por abrir o concerto, os D.A.M.A subiram ao palco e, apesar do frio, foram recebidos calorosamente pelo público maiato. Durante mais de uma hora, a banda portuguesa fez a plateia cantar e dançar com 15 dos seus temas.

O concerto começou com uma introdução musical e, seguidamente, ao som de "Sinto", os membros da banda cuja sigla significa "Deixa-me Acalmar-te a Mente Amigo", foram aparecendo um a um no palco do Pavilhão Municipal de Ténis da Maia.

Depois da bem conhecida "Agora é tarde", a banda dedicou o tema "Luísa" a todas as mulheres e meninas que estiveram presentes no concerto da noite de ontem.

"Uma salva de palmas para este público magnífico" – durante todo o concerto a banda mostrou-se muito contente e agradecida pelo carinho do público da Maia. Público este, que não deixou os artistas cantarem sozinhos em nenhuma parte do espetáculo, mostrando que estão bem treinados e afinados musicalmente.

Depois do tema "Quer", a banda interpretou "Eu Sei" e confessou que é nos palcos que se sente em casa e que faz o que ama, esta música retrata isto mesmo. Seguiu-se um dos temas mais conhecidos dos jovens artistas: "Às vezes" foi recebido com muitas palmas e efusivamente cantado pelo público.

"Depois de Lisboa e Porto, a Maia é a nossa cidade Favorita" – a banda revelou o seu carinho pela cidade e contou-nos que vários dos seus temas foram compostos na Maia, pois esta é uma cidade que os inspira.

O concerto continuou com "Tempo para que" e "Miúdos", e quando chegou o momento de cantarem a tão familiar "Não dá", a banda pediu ao público para cantar bem alto com eles. Algo que, de resto, se deu durante todo o concerto.

Composto e gravado com Gabriel O Pensador, "Não faço questão" foi o tema que marcou a primeira saída de palco dos D.A.M.A mas, sem grandes surpresas, rapidamente voltaram para junto do seu público para terminar o espetáculo.

Já na reta final do concerto, interpretaram o tema "Era eu" e a "Balada do Desajeitado". Nesta última, em jeito de brincadeira, os artistas perguntaram à plateia se ainda se lembravam da música, pelo que, a mesma, prontamente revelou que tinha a letra na ponta da língua – "Vocês foram incríveis, obrigado por nos fazerem sentir assim".

"Nós temos o melhor público do mundo, a nossa dívida de gratidão não tem tamanho" – Os D.A.M.A despediram-se em festa da cidade da Maia e ainda houve tempo para uma habitual selfie junto com o público.

Fotos: António Teixeira
Texto: Daniela Fonseca


,