Cuca Roseta ao vivo no Coliseu do Porto [fotos + texto]


Cuca Roseta ao vivo no Coliseu do Porto [fotos + texto]

Cuca Roseta esteve ontem no Coliseu do Porto para o seu primeiro concerto na mais emblemática sala de espetáculos do Porto. Este foi o local escolhido para uma noite de surpresas para a plateia mas também para a fadista.

"Bem-vindos ao mundo de Cuca Roseta" – Pouco depois da hora prevista, as luzes perderam intensidade e ouviu-se uma voz-off que nos indicou o sentido da noite – "Este é um concerto que nos leva numa viagem pelas várias expressões de Cuca Roseta".

O concerto começou com o tema "Além Terra" de Mário Pacheco, ao som da guitarra portuguesa, da guitarra clássica, do baixo e da percussão dos músicos que acompanharam Cuca Roseta ao longo de todo o concerto. A primeira surpresa foi a fadista aparecer durante este tema, não para cantar, mas sim para dançar com os 7 bailarinos que trouxe para o seu espetáculo nesta noite.

O primeiro fado da noite foi "Rua do Capelão" – a fadista mostrou-se agradecida por finalmente poder pisar o palco "desta sala tão bela".

"Homem Português", novamente de Mário Pacheco, foi a segunda da noite e trouxe com ela o agradecimento ao compositor por ser, para a fadista, um mestre, sentindo-se muito honrada por ele a acompanhar neste concerto.

Durante os fados que se seguiram, a cantora não se mostrou muito conversadora ficando-se apenas pelo nome da música antes da sua interpretação. Entre eles, "Nos teus braços", "Saudades do Brasil em Portugal" de Vinícius de Morais e "Marcha de Santo António".

Com letra de Florbela Espanca e música da sua autoria, a fadista interpretou um dos seus temas que considera mais belos e especiais, "Fado da Vaidade" criou um momento mágico na noite, também pela coreografia de dois bailarinos em palco.

Antes de sair para a primeira de duas trocas de vestido, Cuca Roseta pegou na Guitarra clássica e sozinha cantou e tocou o "Fado Inverno" ao Coliseu.

Durante a sua ausência deixou o palco com um grupo de praticantes de taekwondo, arte marcial que pratica há 12 anos.

Voltou com um vestido branco comprido ao som do "Fado Fé". O tema que se seguiu é para a fadista muito especial porque mesmo "sendo para um artista muito difícil escolher temas favoritos" este é um dos quais Cuca Roseta elege. Poema de Luís de Camões e música de Zeca Afonso, "Verdes são os campos", música acompanhada por bailarinos.

Cuca Roseta mostrou ser uma artista completa e num dos seus temas sentou-se ao piano cantando apenas ao seu som. Seguiu-se "Coração Independente" de Amália Rodrigues, tema que foi um dos mais aplaudidos pela plateia.

Cuca Roseta pisou ontem pela primeira vez o palco do Coliseu do Porto e se esta estreia já tornava a noite especial, uma surpresa tornou-a inesquecível. Antes de sair para a terceira troca de roupa, o seu marido (João Lapa), pediu-a em casamento. E não, não houve nenhuma confusão, os dois estão casados pelo registo civil desde 2015, mas agora vão realizar a cerimónia religiosa. Cuca Roseta ficou espantada com a súbita aparição do marido na beira do palco e já com o anel no dedo disse que sem dúvida aceitava.

Depois desta surpresa, Cuca Roseta abandonou o palco para colocar o terceiro vestido e deixou-o entregue aos músicos fabulosos que a acompanham. Durante alguns minutos o coliseu ficou completamente rendido às notas melodicamente tocadas pelos artistas.

Na última parte do concerto, a cortina que havia sido o pano de fundo de todo o concerto, levantou revelando a fadista acompanhada pela Orquestra da Guarda Nacional Republicana.

"Obrigada Porto, sempre achei que esta noite ia ser especial, só nunca pensei que seria pedida de casamento aqui! Vou recordar esta noite para sempre" – Cuca Roseta incluiu, neste concerto, a interpretação da mais icónica música que retrata a bela cidade do Porto. "Porto Sentido" de Rui Veloso foi das mais bonitas músicas da noite tendo direito a aplausos em pé.

Já na reta final do concerto, a fadista trouxe ao coliseu a sua música que nos é bem familiar, "Amor Ladrão" foi bastante aclamada pela plateia e recebeu ovação em pé.

"Foi Deus" foi um dos temas finais e foi bastante emocionante para a fadista que o interpretou como forma de agradecimento. O fim do concerto trouxe para junto da fadista todos os que tiveram lugar no palco durante este espetáculo e ainda houve direito a confettis.

"Muito obrigada pelo carinho Porto!"- Cuca Roseta terminou assim o segundo de dois concertos nos Coliseus, o primeiro havia sido no Coliseu dos Recreios, dia 5 de novembro.

Fotos: António Teixeira
Texto: Daniela Fonseca


,