Aphex Twin no NOS Primavera Sound: um enigma difícil de desvendar


Aphex Twin no NOS Primavera Sound: um enigma difícil de desvendar

O último concerto do Palco NOS ficou a cargo de Richard David James, ou Aphex Twin, como é conhecido em palco. O músico irlandês apresentou a eletrónica enigmática que o caracteriza e que nem todos sabem desvendar.

Aphex Twin deixou eco nos ouvidos dos festivaleiros pela sua batida forte que abanou o Parque da Cidade. Para quem aprecia esta eletrónica pesada e abstrata, este foi um concerto sonante onde cada batida, por vezes até experimental, podia ser sentida no corpo todo. Um som que percorria e fazia tremer o Primavera.

Aliado ao som eletrizante, recurso também a padrões quase hipnotizantes que compunham o fundo do palco e a lazeres fortíssimos que penetravam o céu sem pedir autorização.

Um espetáculo enigmático que nem todos quiseram desvendar, mas uma coisa é certa: não deixou ninguém indiferente.

O artista não autorizou a captação de imagens.

Equipa Noite e Música Magazine no NOS Primavera Sound
Fotos: Júlia Oliveira
Textos e Social Feed: Daniela Fonseca
Edição: Nelson Tiago e António Teixeira


,