Anselmo Ralph ao vivo no Pacha Ofir [fotos + texto]


Anselmo Ralph ao vivo no Pacha Ofir [fotos + texto]

Foi numa contagem decrescente eufórica que o recinto exterior do Pacha Ofir recebeu o tão aguardado artista angolano, Anselmo Ralph, numa noite atipicamente fresca de agosto.

Sem fazer o público esperar, o cantor arrancou o concerto com as bem conhecidas "Aplausos Para Ti" e "Tás no Ponto", que entre palmas e gritos de ovação, fizeram delirar os presentes.

Donos de uma energia inesgotável e contagiante, os bailarinos de Anselmo Ralph abrilhantaram o palco ao longo de todo o espetáculo, enquanto os músicos de excelência mostravam os seus dotes no saxofone, trompete, entre outros. O gigante palco do Pacha Ofir parecia pequeno para tanto talento.

Não foi mentira que Anselmo fez as delícias dos presentes com "Mente Para Mim", seguindo-se "Curtição". Contudo, foi "Sem Ti" que arrebatou as fãs, sobretudo as que tiveram oportunidade de agarrar uma das rosas vermelhas que o artista foi distribuindo enquanto dava voz à canção.

Antes de ser "Domesticado", o cantor angolano brincou com o público, pedindo aos casais que mostrassem como as mulheres "domesticaram" os seus parceiros.

The Best of Anselmo Ralph chegou sob a forma de "Está Difícil”, e Dor do Cupido através do tema "Única Mulher", canção que se tornou ainda mais popular ao fazer parte do genérico de uma telenovela portuguesa e que se fez ouvir a plenos pulmões pelos presentes.

Apesar do frio, Anselmo aqueceu a noite com o seu kizomba, tendo deixado o grande êxito "Não Me Toca" para o final do repertório.

Já em jeito de despedida, Anselmo Ralph despediu-se com um enorme "Muito Obrigado", encerrando assim o seu concerto num dos maiores espaços de renome no que se refere ao panorama de entretenimento noturno em Portugal.

Fotos: António Teixeira
Texto: Magda Santos


,