Adam Cohen no Lux Frágil


Adam Cohen veio ao Lux mostrar que "filho de peixe sabe nadar".

O filho de Leonard Cohen é ainda um cantor pouco badalado em terras lusitanas mas já tem alguns fãs por cá. Fãs esses que foram recebidos como amigos num concerto de divulgação do seu último trabalho; "Like a Man", um trabalho que nos faz lembrar o seu progenitor, tanto pelo romantismo como pela sonorosidade.

À hora marcada o cantor recebeu a pequena plateia com "Lie Alone" e mostrou-se agradado pelo ambiente intimista que se viveu no Lux. Agradeceu aos presentes e afirmou que não iria perder grande tempo com conversas porque estava ali para cantar. Afirmou que todos os cantores mentem em palco mas que era impossível mentir quando dizia que estava rendido a Lisboa, desde a sua primeira passagem pela capital, em outubro passado… Contudo, ao longo do espetáculo muitas conversas, piadas e surpresas surgiram.

De seguida, o público acompanhou em uníssono a doce "Sweet Dominique" e a "What Other Guy" que o cantor revelou ser uma história sobre uma mulher que amou e que atualmente tem um filho de outro homem.

Adam brinca com a plateia dizendo que é filho de Celine Dion e que vai cantar um tema original da sua mãe; "Hey, That´s No Way To Say Goodbye" (na realidade é do seu pai), acompanhado de Rita Redshoes que, segundo o cantor foi sua companheira e que quando viviam juntos, Rita dizia sempre que só teriam filhos no ano seguinte. A cantora portuguesa mostrou que estava feliz por estar em palco com o canadiano e esteve à altura do desafio.

Adam, mostrou toda a sensibilidade com que canta, ao falar do seu progenitor… Contou que pensou em desistir da sua carreira musical por muitos fracassos consecutivos e Leonard o incentivou a continuar e sugeriu o próprio nome para o álbum. Esta conversa foi mote de apresentação do tema que dá nome ao álbum e desta vez, para além de se ouvirem as palavras cantadas pelos presentes, viram-se também algumas lágrimas que se fundiram perfeitamente com a melancolia da música.

Durante o resto do concerto as músicas foram intervaladas com brincadeiras e conversas. O músico disse ter conhecido Don Miguel (o seu baixista/baterista/back-vocal) na casa de banho onde fizeram amor com George Michael, pediu um cigarro à plateia e fumou-o enquanto esta cantava os parabéns antecipados pelo seu 40º aniversário, volta a chamar Rita Redshoes e convidou uma fã para cantarem juntos "So Long, Marianne".

Para terminar o concerto em beleza, Adam Cohen chama a palco novamente a sua admiradora e enquanto esta tocava bateria o cantor juntou-se à plateia numa versão de "Nothing Compares To U", tema original de Prince.

Foi sem dúvida um concerto memorável e que cada um dos presentes vai guardar na memória, talvez como o concerto mais intimista de sempre.

Alinhamento:
Lie Alone
Sweet Dominique
What Other Guy
Matchbox
Hey, That’s No Way To Say Goodbye (original de Leonard Cohen) com Rita Redshoes
Like a Man
Stranger
Beautiful
So Long, Marianne (original de Leonard Cohen) com Rita Redshoes e uma espectadora
Encore:
Out O’ Bed
Nothing Compares to You (original de Prince) acompanhado pela espectadora na bateria
Uniform

Fotos: João Paulo Wadhoomall
Texto: Bruno Silva


,