Dyro em entrevista: "Um verdadeiro artista consegue ir buscar inspiração a qualquer coisa"


Dyro em entrevista: "Um verdadeiro artista consegue ir buscar inspiração a qualquer coisa"

Dyro é uma das maiores estrelas em ascensão musical, tendo surpreendido com o sue estilo dinâmico e produções em massa. A Noite e Música foi ao seu encontro durante a EDP Beach Party para saber mais sobre o produtor holandês que tem feito saltar milhões de fãs um pouco por todo o lado.

Noite e Música – Quem é o Dyro?
Dyro – Sou um produtor de música holandês de 23 anos, componho música sob o nome de Dyro e lanço músicas a partir da minha própria editora, a WOLV. Já trabalhei com o Hardwell, com o Tiesto e com o Dannic.

Noite e Música – Como começaste a tua carreira?
Dyro – A minha carreira começou quando o Hardwell me descobriu, há quatro anos. Tinha eu 19, portanto. Nessa altura eu costumava produzir muitos sets, no meu quarto, e ele começou a lançá-los. Levou-me com ele nas suas tours, apresentou-me à sua base de fãs e eu depois comecei a fazer as minhas próprias tours e a crescer musicalmente. O ano passado lancei a minha própria editora e aqui estou eu, hoje.

Noite e Música – Tu és jovem. Pensas que foi difícil tornares-te um DJ de renome, por entre todos os outros já conhecidos?
Dyro – Eu não diria que foi difícil, mas garantidamente que exige muito trabalho. As coisas não aconteceram de repente, foram acontecendo de forma gradual e muito natural. Eu não vejo isto como trabalho, mas como um hobby.

Noite e Música – Como defines a tua música?
Dyro – É eletro, alternative, um pouco darker e energética.

Noite e Música – Como obténs inspiração para criar os sets?
Dyro – Às vezes sonho com isso. Eu acho que um verdadeiro artista consegue ir buscar inspiração a qualquer coisa. Desde uma melodia a um ritmo ou até mesmo um certo som, qualquer um pode servir de inspiração. Eu costumo guardar algumas ideias na cabeça e assim que entro em estúdio, as ideias saem. É um processo natural para mim.

Noite e Música – Tens novos projetos?
Dyro – Acabei de lançar o meu mais recente single com a Revealed Recordings, e não com a minha própria editora. Estou de volta aos meus sons antigos. É mais progressive com vocais de Conro, um artista canadiano que já andava a seguir há muito. Tenho trabalhado com outras parcerias e continuo a trabalhar num set com a colaboração de Headhunterz.

Noite e Música – Qual foi o melhor momento da tua carreira?
Dyro – Eu já alcancei praticamente todos os meus objetivos. A única coisa que eu verdadeiramente queria era produzir música e entreter as pessoas com a minha música.  E alcancei isso bastante rápido, por isso, o importante para mim é fazer pelos outros o que fizeram por mim. Criei a minha própria editora e estou a ajudar novos talentos. Claro que o resultado no Top da DJ MAG foi um ponto alto da minha carreira, mas a verdade é que já atingi tudo aquilo que queria e a partir daqui, o que vier é um bónus.

Noite e Música – Quais são as tuas expectativas para o espetáculo de hoje?
Dyro – Eu já atuei em Portugal, há um ou dois anos também, e foi uma festa muito similar a esta, na praia e muito divertida, por isso, espero que esta noite seja igual. Completamente de loucos.

Entrevista: Magda Santos


,